Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
28 Agosto
MATÉRIA
Sintomas da síndrome do pânico
Por Patricia Alves

Muitos são os sintomas da síndrome do pânico, sendo que antes de um diagnóstico precipitado, o mais indicado é consultar com um profissional da saúde para que ele faça uma avaliação mais detalhada sobre o seu caso. Alguns sinais são bem característicos do ataque de pânico, que surge com uma série de indícios, já outros sintomas são as consequências desse ataque.

Hoje em dia, ainda é comum que muitos médicos associem alguns casos de transtorno do pânico a outras doenças, seja cardíaca ou neurológica, levando o paciente a um tratamento errôneo. Porém, nem todas as situações podem ser diagnosticadas como Síndrome do pânico, por isso, se faz necessária uma avaliação completa. Assim como qualquer outro problema de saúde, uma medicação errada pode trazer outros problemas para a saúde do paciente.

Sintomas que Identificam uma Pessoa com Síndrome do Pânico:

Confira a matéria completa.

 

24 Agosto
MATÉRIA
Parcerias que alteraram a situação do sarampo no país
Por Sueli Maria

 

O sarampo, doença que por décadas foi uma das principais causas da mortalidade infantil no país, teve seu avanço contido graças à articulação de esforços nos três níveis de atenção à saúde. Representando um desafio para a saúde pública, a doença passou a ser considerada de notificação compulsória em todo o território nacional em 1968, quando foram registrados 129.942 casos.

O consultor científico de Bio-Manguinhos, Reinaldo Menezes, explica que o sarampo é uma doença infectocontagiosa aguda e transmissível por via respiratória, com alta carga de contágio para quem ainda não teve a enfermidade ou não foi vacinado. “O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas é de aproximadamente 8 a 12 dias. A doença, no entanto, pode ser transmitida antes de os sintomas aparecerem. Depois de três dias, aparecem erupções no rosto, que se disseminam pelo corpo, além de febre, espirro, tosse e conjuntivite”, acrescenta.

Considerada uma doença grave, o sarampo tem a pneumonia, otite e encefalite como as principais complicações, além de aumentar o risco de desnutrição. Menezes ressalta que o diagnóstico, feito por exames clínicos e laboratoriais, é necessário para a pesquisa dos casos. “Faz-se um exame sorológico, que indica que a pessoa adquiriu sarampo há pouco tempo. Como não há tratamento, apenas medicações paliativas, a vacinação é fundamental”, destaca. 

Leia a matéria completa aqui.

24 Agosto
MATÉRIA
A era da edição gênica
Por Sueli Maria

Pesquisadores liderados pelo geneticista Shoukhrat Mitalipov, da Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, nos Estados Unidos, usaram uma técnica de edição de genes para corrigir em embriões humanos uma mutação responsável pelo desenvolvimento tardio de uma doença cardíaca. Essa é a primeira demonstração feita nos Estados Unidos de que é possível eliminar uma cópia defeituosa de um gene e substituí-la por uma versão íntegra nas células do embrião sem, aparentemente, prejudicar o seu desenvolvimento. Valendo-se da mesma técnica, em março deste ano, a equipe de Jianqiao Liu, da Universidade Médica de Guangzhou, na China, já havia restaurado em embriões humanos dois genes ligados a duas formas de anemia, mas com um índice menor de sucesso.

No estudo publicado em 2 de agosto na revista Nature, Mitalipov e outros 30 pesquisadores dos Estados Unidos, da Coreia do Sul e da China usaram uma técnica de edição de genes chamada CRISPR-Cas9 para eliminar a cópia alterada do gene MYBPC3, que codifica uma proteína descoberta nos anos 1980 pelo biólogo brasileiro Fernando Reinach. Esses sistema de edição é formado por uma proteína (Cas9) ligada a uma molécula que a direciona a uma região de repetições do DNA conhecida pela sigla CRISPR (ver Pesquisa FAPESP nº 240). A Cas9 corta a fita dupla de DNA e ativa nos embriões os mecanismos de reparo que produziram uma cópia íntegra do MYBPC3 – as células humanas têm duas, mas uma mutada já causa problemas. Antes das equipes de Mitalipov e de Liu, outros grupos na China haviam tentado usar a técnica para editar embriões humanos, sem sucesso.

Texto na íntegra disponível aqui.

23 Agosto
Matéria
Atuação do assistente social
Por Ana Almeida

O/a assistente social, nos diversos espaços ocupacionais e no Serviço Especializado para População em Situação de Rua, ofertado Centro POP, tendo como referência a Lei de Regulamentação da Profissão e os princípios do Código de Ética Profissional, desenvolve a atuação profissional em vários âmbitos: acolhida e a recepção das demandas expostas pelos/as usuários/as, bem como prestação de informações,  orientações e encaminhamentos necessários à rede socioassistencial, às demais políticas públicas e órgãos de defesa; participação do Plano de Acompanhamento Individual e/ou Familiar, considerando as especificidades e particularidades de cada usuário/a e respeitando a sua autonomia; realização de atividades, por meio de metodologias e técnicas individuais e coletivas que possibilitem debater a realidade social e construir novos projetos de vida; realização de visitas domiciliares a familiares e/ou pessoas de referência desse indivíduo ou família que está em situação de rua, dentre outras ações.


Embora desconhecidas por muita gente, as multideterminações sociais que promovem o fenômeno social “população em situação de rua” não se explicam a partir de um só aspecto (como a falta de moradia, trabalho e renda, rompimento dos vínculos familiares, adversidades pessoais e doenças, e fatores ligados a desastres geográficos, como inundações e secas).  “Por isso, enquanto categoria profissional, a atuação deve ser crítica, ética e propositiva, visando a romper com as diversas formas discriminatórias em relação à população em situação de rua e fortalecer a luta por seus pelos direitos, com base nos princípios de nosso Código de Ética e das legislações que normatizam nossa profissão”, ressalta Régia Prado, conselheira do CFESS.

 

O coordenador do MNPR, Leonildo Monteiro, destaca a importância de assistentes sociais no acolhimento à população em situação de rua. “Hoje, várias assistentes sociais vêm pra luta conosco, ajudam em nossa organização política. Também são fundamentais os eventos que alguns CRESS realizam nos estados. No entanto, algumas profissionais ainda desconhecem nossas reais necessidades, entendendo que se limitam apenas ao simples assistencialismo”, observa Monteiro.

 
 Fonte: http://www.cfess.org.br/visualizar/noticia/cod/1401

Tags: 
22 Agosto
Matéria
Estratégias para ter um perfil impecável no Linkedin
Por Joelcio Braga

 

O LinkedIn acaba de alcançar a marca de 500 milhões de usuáriosno mundo todo. Mas, desse quase meio bilhão de pessoas, grande parte não dedica tempo nem atenção suficientes para explorar as inúmeras possibilidades de uso da rede social. 

Azar o deles: segundo números oficiais da empresa, o site conta com mais de 10 milhões de vagas anunciadas, além de informações sobre mais de 9 milhões de empregadores. Em média, cada nova conexão de um usuário do LinkedIn representa 400 novas pessoas para quem ele pode ser apresentado.

Embora o currículo esteja longe de “morrer”, grande parte dos recrutadores conhece e procura candidatos por meio do LinkedIn. Isso para não falar na importância da rede para manter o networking aquecido, permanecer atualizado sobre sua profissão e fortalecer seu marketing pessoal.

Como, então, aproveitar essas oportunidades plenamente? Fernanda Brunsizian, gerente de comunicação do LinkedIn, responde com 6 dicas atualizadas com dados recentes da rede social, que você verá a seguir:

1. Tenha uma boa foto de perfil

Segundo informações oficiais da empresa, ter uma imagem no seu avatar aumenta em 9 vezes as solicitações de conexão na rede. É uma forma de ser reconhecido e humanizar a sua presença no site.

A foto não precisa ser perfeita; basta que mostre o seu rosto com clareza e, de preferência, tenha sido tirada em um ambiente profissional. Que fique claro: não vale publicar uma foto tirada no último churrasco em família, por exemplo.

2. Forneça dados para ser encontrado nas buscas

Recrutadores procuram candidatos no LinkedIn por meio de palavras-chave. Se você quer aparecer nessas pesquisas, tenha um perfil detalhado. Incluir as instituições em que você estudou, por exemplo, pode impulsionar em até 17 vezes a quantidade de mensagens enviadas por headhunters.

Informar a sua localização geográfica também é essencial: o dado aumenta em 23 vezes a probabilidade de o seu perfil ser encontrado no site.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui. 

.

Tags: 
14 Agosto
MATÉRIA
Homens ainda são minoria entre professores de creche e pré-escola
Por Gilma Benjoino

SÃO PAULO - Há dez anos, o primeiro dia de aula é sempre igual para o professor José Tiago França. Os pais chegam para deixar seus filhos na escola e estranham que será um homem o responsável pela educação e os cuidados com as crianças de 2 anos. Apesar de ter crescido a presença masculina entre professores de creche e de pré-escola (de zero a 5 anos), ela ainda é bem pequena. Em todo o País, dos mais de 575 mil docentes dessa etapa, apenas 3,7% são homens - há sete anos, eram 2,8% do total, segundo o Censo Escolar.  
 

10 Agosto
Matéria
Fiocruz desenvolve tratamento molecular inédito para o câncer
Por Sueli Maria

Fonte: Canal Saúde / Fiocruz

 

Reportagem do programa Em Pauta na Saúde (7/8) do Canal Saúde apresenta novo exame molecular da Fiocruz que permite personalizar o tratamento do câncer. Desenvolvido por pesquisadores da Fundação, o teste avalia não só o perfil das células malignas, mas também o das células saudáveis, o que ajuda a encontrar a melhor decisão terapêutica.

Clique aqui: https://agencia.fiocruz.br/fiocruz-desenvolve-tratamento-molecular-inedito-para-o-cancer 

 

Tags: 
08 Agosto
Matéria
3 dicas de como se dar bem em apresentações orais
Por Onildo Ribeiro

Muitas vezes precisamos fazer apresentações orais, mas não sabemos como organizar as ideias de modo claro e objetivo. Seja por timidez, seja pela falta de prática de falar em público, fazer trabalhos que exijam essa exposição podem ser um tanto difíceis, mas não são nenhum bicho de sete cabeças. Por isso, reunimos aqui algumas dicas para você se dar bem em apresentações orais e conseguir um bom desempenho. 
 

Construa um roteiro topificado da sua apresentação 

Esqueça os textões e aposte nos tópicos. A utilização de tópicos ajudam na organização das ideias, pois criam um mapa mental de como você irá fazer a abordagem do assunto a ser apresentado. Uma coisa importante é utilizar palavras-chave, pois elas irão trazer as questões principais do tópico da sua apresentação. Se você dispuser de equipamentos tipo data-show, isso vale para seus slides, caso não, é recomendado que você utilize fichas pautadas, para ir olhando seus tópicos durante sua fala. 
 
Utilize recursos lúdicos 
 
Para uma apresentação oral de seminário acadêmico por exemplo, além da explanação verbal, é interessante que o estudante ou profissional utilize  meios que fujam um pouco da fala e possam explorar outras possibilidades, como o uso de recursos que podem ser feitos em programas específicos para apresentações. No entanto um grande erro que diversos estudantes e profissionais cometem, é utilizar textos extensos nas apresentações visuais, acreditando que isto, irá garantir que todas os pontos relevantes sejam abordados. Muitas vezes o uso de ícones, infográficos e vídeos, podem ser melhores do que explicações orais. Quando as falas são muito longas, tendem a ficar cansativas e dispersar o ouvinte. Existem plataformas gratuitas que oferecem a possibilidade de criação de apresentações de uma maneira mais dinâmica e com layouts visualmente atrativos, a exemplo  do Prezi e do Piktochart. A utilização desses recursos, ajudam a deixar tudo mais criativo, movimentado e interessante, mantendo os expectadores atraídos pelo seu conteúdo. 
 
Para ler na íntegra, clique aqui. 

07 Agosto
MATÉRIA
As 8 principais características da aprendizagem baseada em projetos
Por Maria Santos

Quais características da Aprendizagem baseada em projetos devem ter. O que deve ser incorporado em cada projeto para que os alunos possam transformar um mero "projeto" em uma experiência de aprendizagem moderna e conectada? Dezenas de características se encaixam na aprendizagem baseada em projetos – aliás, sua popularidade vem exatamente de sua flexibilidade. Confira as principais:

Confira a matéria completa aqui.

31 Julho
Matéria
Estética na Oncologia - Muito além da beleza
Por Ivana Santos

Você já ouviu falar em Síndrome Mão-Pé?!

Vamos entender um pouquinho mais sobre o assunto, e como surge essa síndrome…..

ETIOPATOGENIA

Neoplasia é a expressão utilizada para indicar alterações com consequente crescimento exagerado das células. Podem ser benignas ou malignas, considerado o Câncer uma alteração Maligna.

O tratamento para o câncer consiste em inibir a proliferação das células neoplásicas, podendo utilizar para isso de três principais métodos: quimioterapia, radioterapia e/ou cirurgia.

A quimioterapia utiliza de compostos químicos, aplicados por infusão e/ou via oral, em dosagem indicada pelo médico responsável, de acordo com a necessidade e evolução do paciente.

Um dos efeitos colaterais é conhecido como “Síndrome Mão-Pé” (SMP).

INCIDÊNCIA

Essa síndrome aparece em média após 79 dias de tratamento, com incidência de aproximadamente 50% em pacientes que utilizam um tipo especifico de quimioterapia, a fluoropirimidina oral. Desses, 1 em cada 4 apresenta toxicidade severa.

CARACTERÍSTICAS

É caracterizada pela presença de alterações de sensibilidade nas palmas das mãos e plantas dos pés, incluindo hipoestesia. Após três a quatro dias, edema, calor, dor em queimação e eritema local aumentam progressivamente.

Podemos caracterizar de acordo com o quadro abaixo a evolução da SMP:

EVOLUÇÃO

Abaixo imagens  da SMP de acordo com sua evolução:

SMP grau 1

SMP grau 2

SMP grau 3

Como pode ser observado, a SMP apresenta intensa desidratação e descamação na palma das mãos e planta dos pés, além de, como dito anteriormente, alteração de sensibilidade.

TRATAMENTOS ESTÉTICOS

Antes de realizar qualquer tratamento em pacientes oncológicos, em fase de tratamento ou não, deve-se ter autorização do médico responsável.

Também é necessário que antes do atendimento haja uma integração e um trabalho que envolva equipe multidisciplinar composta dos demais profissionais da área da saúde tais como, Psicólogos, Fisioterapeutas e Enfermagem.

Deve-se estudar e realizar anamnese detalhada de cada paciente para elaborar o melhor protocolo de atendimento para cada caso, bem como estudar a fase de evolução do tratamento e estágio da doença.

Após esses cuidados, os tratamentos estéticos realizados, em especial para SMP são:

– Protocolos com hidratação cosmética para mãos e pés;

– Orientações sobre o uso dos cosméticos para manutenção da hidratação home care e prevenção de rachaduras e lesões;

– Orientações sobre o uso e importância do filtro solar;

Os benefícios dos tratamentos Estéticos são muitos. Melhora da qualidade de vida, bem-estar e autoestima são os principais.

Mas, como dito anteriormente, o trabalho multidisciplinar é de extrema importância.

Assim, podemos entender que a área de atuação do Esteticista vai além dos protocolos de embelezamento.

Vale reforçar mais uma vez que, SEMPRE deve haver autorização médica para realização de qualquer tratamento, além de envolver um trabalho multidisciplinar.

Fonte: http://negocioestetica.com.br/site/muito-alem-da-beleza/

Tags: 

Páginas