Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
01 Setembro
PESQUISA
Divulgadas linhas de pesquisa desenvolvidas no Curso de Biomedicina
Por Rayner Ferreira

A Pesquisa é um dos pilares do Ensino Superior, sendo de extrema importância para a formação profissional e um dos critérios para a conclusão da graduação.

Sendo assim a Coordenação do curso de Biomedicina em João pessoa faz saber à comunidade acadêmica, as linhas de pesquisa à serem desenvolvidas pelo corpo docente do curso.

Para conferir, você pode consultar o arquivo na seção anexo.
 

 

 

18 Janeiro
CAPACITA
Unidade oferece oficinas gratuitas em Farmácia e Biomedicina neste mês
Por Aristides Tonini

No período de 15 a 24 deste mês,  a unidade Lauro de Freitas estará com as portas abertas para quem quiser participar dos cursos de extensão Capacita dos cursos de Farmácia e Biomedicina da Instituição.

De acordo com a coordenadora dos cursos, a professora Letícia Simões, esta é uma oportunidade para que os interessados nos cursos possam se atualizar sobre temas relacionados as duas áreas, além de servir como um evento para que ocorra a troca de experiência e de contato entre os participantes.

As inscrições podem ser realizadas pelo site 

12 Janeiro
ESTÁGIO
EMBRAPA Meio-Norte oferece oportunidade de estágio
Por Juliana Cunha

A Embrapa Meio-Norte divulgou edital para seleção de estagiários em diversas áreas, incluindo Biomedicina. As vagas estão distribuídas para a cidade de Teresina e Parnaíba. 

As inscrições poderão ser realizadas de 01 a 09 de fevereiro. Para mais informações e acesso ao edital completo, acesse o siteAproveite essa oportunidade!

18 Dezembro
MATÉRIA
Brasil registra aproximadamente 70 mil casos novos de tuberculose
Por Edjacy Lopes

Em 2017, a Organização Mundial de Saúde (OMS) iniciou o segundo ano da campanha global Unidos para Acabar com a Tuberculose (United to End TB, em inglês), uma das dez maiores causas de morte em todo o mundo, com 10 milhões de novos casos notificados por ano, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. Nos últimos anos, a preocupação com esses números elevados fez com que a OMS redefinisse a classificação de países prioritários para o período de 2016 a 2020. Três são as listas prioritárias, definidas segundo os critérios epidemiológicos: carga de tuberculose; tuberculose multidrogarresistente; e coinfecção TB/HIV. O Brasil, que ainda permanece entre os 20 países que apresentam mais casos da doença, encontra-se em duas dessas listas, ocupando a 20ª posição na classificação de carga da doença e a 19ª quanto à coinfecção TB/HIV.

O último relatório do Ministério da Saúde, divulgado em 2016, aponta que no Brasil, apesar do número de casos ter sido reduzido em cerca de 20% nos últimos 10 anos (passando de 38,7 casos/100 mil habitantes em 2006 para 30,9 casos/100 mil habitantes em 2015), ainda são notificados aproximadamente 70 mil casos novos de tuberculose e ocorrem 4,5 mil mortes em decorrência da doença. Diante desses números preocupantes, o Brasil ainda precisa de mais ações de combate à doença para auxiliar a meta da OMS, que é reduzir, no mundo, o número absoluto de mortes por tuberculose em 35% e de contágios em 20% até 2020, com relação aos números de 2015. O objetivo para 2030 é diminuir em 90% a quantidade de mortos por tuberculose e em 80% os infectados.

 

Confira a matéria completa

18 Dezembro
MATÉRIA
Artigo apresenta resultados de estudo sobre microcefalia e zika
Por Edjacy Lopes

O novo artigo do Grupo de Pesquisa da Epidemia de Microcefalia (Merg), intitulado Association between microcephaly, Zika virus infection and other risk factors in Brazil, final report of a case-control study, foi publicado na revista científica The Lancet-Infectious Diseases. O trabalho apresenta os resultados da investigação da associação entre microcefalia e infecção congênita pelo vírus zika e outros possíveis fatores de risco para o aumento de casos observados em Pernambuco entre 2015 e 2016. 

Diversas hipóteses apontadas no início da epidemia foram testadas, como a associação com o uso de vacinas (Tdap, MR, MMR), a utilização do larvicida Pyriproxyfen em reservatórios de água e o uso de medicamentos durante a gestação. Os resultados finais do estudo comprovaram a forte associação entre microcefalia e infecção pelo vírus zika, já documentada anteriormente, não encontrando evidências de associação com os outros fatores de risco investigados.

Confira a matéria completa

 

18 Dezembro
MATÉRIA
Regeneração cardíaca depende de intensa atividade metabólica
Por Edjacy Lopes

O coração dos mamíferos perde quase toda a capacidade de gerar novas células musculares já nos primeiros dias após o nascimento. É uma condição que dura toda a vida e que dificulta a recuperação do órgão em eventos que causam a morte celular em massa, como o infarto. Em um artigo publicado em 13 de novembro na revista Scientific Reports, pesquisadores do Instituto do Coração (InCor) e do Instituto de Química (IQ), ambos da Universidade de São Paulo (USP), verificaram que, em ratos, a rápida multiplicação das células cardíacas nas primeiras 24 horas de vida depende da produção de uma grande quantidade de energia.

No estudo, o grupo do médico José Eduardo Krieger, do InCor, verificou que, durante essa fase, a capacidade de proliferação das células musculares do coração (cardiomiócitos) exige a energia produzida simultaneamente por duas vias bioquímicas: a glicólise anaeróbica, que se baseia na quebra de açúcar (glicose) sem a necessidade de oxigênio; e a fosforilação oxidativa, que transforma glicose e gorduras (ácidos graxos) em energia a partir do consumo de oxigênio.

 

Confira o artigo completo. 

 

18 Dezembro
MATÉRIA
HIV: Uso de anticorpos neutralizantes chama atenção da comunidade científica
Por Edjacy Lopes

Desde o surgimento da epidemia de Aids, há 36 anos, os cientistas fizeram grandes avanços no tratamento da doença. Há muita esperança no desenvolvimento de uma cura eficaz que possa ser empregada em grande escala. E a perspectiva de a ciência dominar uma maneira de eliminar o HIV parece estar mais próxima. Para o infectologista Esper Georges Kallás, a descoberta de anticorpos cada vez mais potentes está encantando esta área de pesquisa. Ele explica que já há anticorpos que, em baixas concentrações, neutralizam mais de 96% dos isolados do HIV e chegam a ter meia vida no sangue que pode ultrapassar 6 meses. “O uso de anticorpos neutralizantes vem ganhando muita atenção da comunidade científica e já há estudos em fase III que avalia o VRC01 (um dos primeiros anticorpos produzidos para uso em humanos) na prevenção da infecção pelo HIV”, ressalta.

 

Confira a matéria completa

12 Dezembro
AÇÃO
Alunos dos cursos de saúde realizam "vaquinha solidária"
Por Aristides Tonini

No último dia 11/12/2017, os alunos dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Estética e Farmácia entregaram a aluna Lidiane Silva o valor de R$250,00, referente a uma quantia do mesmo valor que a referida aluna havia perdido referente a um tratamento cirurgico.

Encabeçado pelo aluno Tairone Pimentel e apoiado pelos demais alunos do segundo semestre, a vaquinha conseguiu juntar todo o dinheiro perdido pela estudante, a qual chegou a faltar as aulas devido o acontecimento.

Os professores da UNINASSAU e a a direção da unidade Lauro de Freitas se orgulham do ato de solidariedade dos seus alunos!

Parabéns a todos os envolvidos.

 

12 Dezembro
ARTIGO
Ministro reconhece esforço da ciência brasileira para reduzir uso de animais em pesquisas
Por Raquel Barbosa

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, reconheceu o esforço de pesquisadores brasileiros na aplicação da ciência em sintonia com o que há de mais positivo no planeta. A declaração foi feita nesta quarta-feira (29) durante a entrega do Prêmio MCTIC de Métodos Alternativos, criado para revelar novos talentos e impulsionar a pesquisa científica na área de experimentação animal. Os vencedores foram anunciados no início do mês.

 

O prêmio responde a uma demanda da sociedade para a adoção de métodos alternativos à experimentação animal e demonstra o esforço do MCTIC em aplicar a melhor ciência em benefício da população. "O que vocês fazem está sintonizado com o que há de mais positivo no planeta. É a vontade da sociedade de ver a nossa ciência sendo feita de forma politicamente correta, de maneira que não precisemos mais da utilização dos animais. A sociedade brasileira é grata pela seriedade com que vocês fazem seus trabalhos", afirmou o ministro.

Continue lendo no link.

 

29 Novembro
ENADE
Alunos participam de simulado para o ENADE
Por Raquel Barbosa

No último dia 18 de novembro, os alunos do curso de biomedicina participaram ativamente do simulado ENADE. Esta é uma ação do curso que visa preparar de forma satisfatória para o próximo exame destinado a área de saúde. Próximo semestre os alunos de Farmácia também se farão presentes.

Parabéns a todos que participaram e colaboraram para realização do simulado ENADE de Biomedicina. 

Páginas