Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
04 Setembro
Ação Social
Estudantes realizam doação de ração para cães e gatos de rua
Por Candida Silva

O Projeto Viva UNINASSAU, em Petrolina, reuniu o corpo discentes para realizar a ação social em diversos pontos da cidade

17 Agosto
PROJETO
Alunos podem participar de Projeto OAB - Universidades
Por Raffael Diniz

 Prezados alunos, em 2018.2, mantivemos a parceria com a Editora GEN e, mais uma vez, estaremos ofertando o curso preparatório, na modalidade online, para os alunos matriculados nas disciplinas de Prática do 7º , 8º e 10º período do curso de Direito da UNINASSAU JOÃO PESSOA.

O curso engloba todo o conteúdo exigido na 1ª fase do Exame da Ordem, contemplando, ainda exercícios e um Simulado. No edital, em anexo, é possível verificar todas as regras para que haja a integralização das notas de 1ª e 2ª avaliações das disciplinas de Prática Forense (Cível, Penal, Família e Sucessões, e Trabalhista).

Atenciosamente.

Anexo: 
17 Agosto
ALUNO
Falsificar assinatura é crime de falsificação de documento
Por Jose Teles

Falsificar assinatura é crime de falsificação de documento (público ou particular -
depende do caso).
 
A regra de ouro nesses casos é que a falsidade material é referente aos aspectos
formais e externos do documento e a falsidade ideológica se prende ao conteúdo.
O STF diz: "Na falsidade material o que se falsifica é a materialidade gráfica, visível, do
documento; na ideológica, é seu teor ideativo ou intelectual." (STJ, RTJ 122/557).
 
A Infração dos Arts. 297 e 298 do Código Penal implica em:
Pena - reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa, se o documento é público, e
reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa, se o documento é particular.
Observação¹: A diferença entre reclusão e detenção é que, a primeira reserva-se para os
crimes mais graves, enquanto a segunda é voltada crimes mais leves. Como consequência, a
pena de reclusão deve ser cumprida em regime fechado, semi-aberto ou aberto. Já a de
detenção, em regime semi-aberto, ou aberto, salvo necessidade de transferência a regime
fechado.
 
Nos dois tipos de falsificação de documento caberia fiança judicial, mas cabe lembrar
que a fiança está em desuso diante do Arts. 324, IV c/c Art. 310, parágrafo único do Código
de Processo Penal.
 
O Art. 324 reza que: Não será, igualmente, concedida fiança:
IV - quando presentes os motivos que autorizam a decretação da prisão preventiva
(art. 312). (Incluído pela Lei nº 6.416, de 24.5.1977)
 
O Art. 310, em seu PARÁGRAFO ÚNICO (CONCESSÃO. PRINCÍPIO DA NECESSIDADE).
Reza que:
 
1. Não havendo nada de concreto que leve a admitir-se que a indiciada solta volte a
delinqüir, não implicando sua liberdade risco à ordem pública, nem estando demonstrado que
está conturbando a instrução criminal, é de conceder-se, com fundamento no Art. 310,
parágrafo único, c/c o Art. 312, do CPP (Código do Processo Penal), a liberdade provisória.
 
2. A prisão preventiva, ou a manutenção do cidadão preso, só deve ser determinada
quando for estritamente necessário. Aplicação do chamado princípio da necessidade.
Observação ²: É importante lembrar o conteúdo da Súmula 17 do STJ que diz: "Quando o
falso se exaure no estelionato, sem mais potencialidade lesiva, é por este absorvido."
 
Glossário
Súmula é um verbete que registra a interpretação pacífica ou majoritária adotada por um
Tribunal acerca de um tema específico, com dupla finalidade: tornar pública a jurisprudência
para a sociedade e promover a uniformidade entre as decisões.
Jurisprudência: em latim, jus (Direito) e prudentia (sabedoria).
Habeas corpus: do latim "Que tenhas o teu corpo" (a expressão completa é habeas corpus ad
subjiciendum) é uma garantia constitucional em favor de quem sofre violência ou ameaça de
constrangimento ilegal na sua liberdade de locomoção, por parte de autoridade legítima.
 
Por: Andreey Teles – Médico Veterinário, Coordenador do Curso de Medicina Veterinária da Uninassau João Pessoa.
 

14 Agosto
MATÉRIA
UNINASSAU completa 15 anos de história
Por Candida Silva

entro Universitário celebra trajetória marcada por conquistas e reconhecimento
 
A UNINASSAU completa 15 anos de fundação com representação em mais de 50 cidades, nas formas de ensino presencial e EAD. Com trajetória marcada por conquistas, premiações e trabalho em prol das comunidades, a Instituição firmou-se como uma das principais marcas em ensino superior das regiões Norte e Nordeste do Brasil.
 
Inicialmente pensada para ser uma faculdade de Direito, a Faculdade Maurício de Nassau foi fundada em 2003, no Recife, com 500 alunos e ofertando seis cursos – Administração, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Gestão de Sistemas de Informação, Turismo e Direito – e com a missão de “ser uma instituição educacional formadora de cidadãos competentes, qualificados e preparados para o mercado de trabalho, imbuídos de responsabilidade social e compromissados com a preservação da cultura nacional e com o desenvolvimento sociocultural do Brasil”.
 

11 Agosto
MATÉRIA
Professora participa de debate sobre os 12 anos da Lei Maria da Penha
Por Sérgio Junior

A advogada e professora da Faculdade UNINASSAU Petrolina, Ariana Andrade, participou, nesta terça-feira (07), do debate público sobre os 12 anos da Lei Maria da Penha. O evento aconteceu no Sebrae e reuniu diversos órgãos com o principal objetivo de despertar na sociedade o sentimento decorresponsabilidade.

 Durante o encontro a professora da Instituição pontuou a aplicabilidade da Lei e os tipos de violência contra mulher no país e região. “Foi um momento muito importante para se discutir sobre estratégias para o combate ao machismo, ao patriarcado, frisando o quanto a sociedade deve se sentir corresponsável nessa luta”, destacou.

 

Confira a matéria completa no link.

10 Agosto
BIOMEDICINA
Curso de Biomedicina da UNINASSAU é o único do Vale do São Francisco
Por Victoria Alencar

Afinidade com biologia, gostar de pesquisas, ser curioso são algumas das características de um futuro biomédico. Hoje, a unidade Petrolina dispõe do curso de Biomedicina, o único na região do Vale do São Francisco. Após quatro anos de formação, o profissional pode atuar em mais de 30 áreas.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), Biomedicina está entre os 10 cursos mais procurados no país. A biomédica e coordenadora do curso da UNINASSAU, Victória Carvalho, destaca que na região o mercado é amplo. “O profissional pode trabalhar com análises clínicas, banco de sangue, banco de leite, reprodução humana assistida, genética, diagnóstico por imagem, perícia, pesquisa científica entre outras áreas”, disse.

O profissional é responsável por identificar, classificar e estudar os microrganismos, além de pesquisar medicamentos e vacinas para prevenção de doenças. Um novo campo de atuação é o da estética, onde o profissional desenvolve, aplica e realiza tratamentos para disfunções dermato-fisiológicas corporais, faciais e envelhecimento fisiológico relacionado à pele e metabolismo.

A coordenadora destaca que “a grande curricular da Instituição traz quatro disciplinas que não têm em outras, como biotecnologia, empreendedorismo, gestão de serviços de saúde e controle de qualidade e Instrumentação Biomédica.

Márcia Gabriella D. de Moura - Acessoria de Imprenssa UNINASSAU Petrolina

08 Agosto
EVENTO
Seminário debate temas controversos do Direito
Por Maria Calado

O curso de Direito da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Recife promove, no dia 16 de agosto, o seminário “Temas controvertidos das ciências criminais”. O evento que é gratuito e aberto ao público em geral, ocorre no Auditório Capiba, das 19h às 22h, e contará com painéis de debate e com o lançamento do livro “Progressão e Regressão de Regime Prisional”, do professor da Instituição, Adeildo Nunes.

Confira a matéria completa aqui.

08 Agosto
ARTIGO
Até onde vai o limite entre humanos e animais numa relação de convivência?
Por Jose Teles

Há anos, o convívio entre humanos e animais vem ganhando cada vez mais espaço. Inicialmente, numa perspectiva de domesticação, os humanos se aproximavam dos animais para aumento na disponibilidade de cabeças em uma determinada região/cercado e, consequentemente, obtenção de alimentos e assim progrediu até que os fossem vistos como membros companheiros.

Diversas espécies animais são possuídas visando a companhia dos tutores que são pessoas, muitas vezes, sozinhas. Dentre as espécies domésticas mais comuns, podemos mencionar os cães e gatos. No Brasil, segundo dados de 2017, estima-se que essas duas espécies animais somam juntas em exemplares, mais de 74 milhões de animais, sendo que uma parte deles encontra-se dispersa nas ruas (animais errantes e semi-domiciliados) e outros são animais domiciliados.

O quantitativo populacional de cães e gatos errantes soma, aproximadamente, 30 milhões de animais. Esse dado é importante, visto que muitas famílias têm uma tendência em abandonar seus animais sempre que ocorrem doenças graves e crônicas ou mesmo por negligência dos tutores que se negam levá-los a um médico veterinário periodicamente ou sempre que este venha a adoecer. Outros motivos associados ao abandono são falta de espaço, animal que cresce além do esperado, animal agressivo e animais que ficam gestantes sem planejamento do dono.

Cães e gatos domiciliados representam a maior parte da população de animais de companhia no Brasil e, como o afeto e a aproximação dos seres humanos em relação a tais espécies têm aumentado significativamente nos últimos anos, é perceptível as mudanças nos costumes de convivência, o que nem sempre é visto com bons olhos.

Numa ótica microbiológica, é fato que cada ser vivo possui sua flora microbiana com características particulares, a qual é formada conforme o local onde se vive, a alimentação da qual se serve e os desafios ambientais frente aos quais são expostos. Os seres humanos, embora apresentem boa resistência e defesa contra os micro-organismos corriqueiramente enfrentados no dia-a-dia, nem sempre dispõe da mesma habilidade imunológica para uma série de agentes patogênicos os quais podem causar distúrbios orgânicos graves, podendo culminar com quadros clínicos sérios, comprometendo a saúde, inclusive de forma irreversível, resultando, nalgumas vezes, em óbito.

Assim sendo, os relatos recentemente veiculados pela imprensa que mostram pessoas que foram gravemente infectadas por patógenos naturais de cães (matérias: Infecção por lambida de cachorro faz homem ter mãos e pernas amputadas. Fonte: notícias UOL em 04 de agosto de 2018 / Mulher contrai grave doença depois de 'beijar' seu cachorro. Fonte: Globo em 04 de julho de 2016) e que adquiriram, com isso, sequelas irreversíveis são exemplos que mostram o quanto as pessoas devem pensar antes de, aleatoriamente, adquirir um animal e, por questões puramente afetivas e expressivamente desregradas, se expor ao risco. É imprescindível que haja um mínimo de higiene sanidade, orientações estas que são ricamente prestadas por profissionais médicos veterinários.

Dentre as medidas preventivas destacam-se as vacinas e vermifugações, além do estabelecimento de espaços próprios para animais e para humanos.

Por: Andreey Teles -  Médico Veterinário – Coordenador do curso de medicina veterinária – UNINASSAU João Pessoa

07 Agosto
AULA
Curso de Ciências Contábeis inicia atividades
Por Amanda Soares

Hoje, dia 07/08 retomamos as nossas atividade semestre. Desejamos a todos o colaboradores do Curso de Ciências Contábeis um excelente semestre. Com muito aprendizado a caminho. 

31 Julho
MATRÍCULA
Prorrogação do período de Rematrícula
Por Gilma Benjoino

Informamos que o período de renovação de matrícula para 2018.2 foi prorrogado até dia 15 de agosto de 2018.
 
Reforçamos mais uma vez que o processo de inclusão ou exclusão de disciplinas acontece durante o processo de renovação no portal do aluno. 
 
Após isso, o aluno ainda pode incluir disciplinas através do ícone de inclusão de disciplinas que fica disponível em sue portal , em até 24h após a conclusão de sua renovação. Mas este ícone é apenas para inclusão. 
 
Após a conclusão de renovação de matrícula no Portal do aluno, a exclusão de disciplinas só pode acontecer , conforme comunicado já enviado, através de abertura de chamado via CSC pela coordenação, contendo as justificativas acadêmicas para tal exclusão, conforme comunicado 001153 - EXCLUSÃO DE DISCIPLINA.
 
  • Para exclusão de disciplinas não deve ser aberto chamado na CRA e nem existe chamado no Portal;
  • Para Inclusão de disciplinas, ainda está disponível o chamado no Portal do aluno, caso ele não consiga incluir durante a renovação no Portal ou através do ícone de inclusão de disciplinas.

 

Páginas