Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
22 Abril
LAURO DE FREITAS
Egressa da UNINASSAU de Lauro de Freitas ministra oficina para cursos de Tecnologias
Por Suzane Soares

No último dia 22 de abril, das 19h as 21h, a Ex-aluna da pós graduação em Direito do Trabalho e Gestão Empresarial, da UNINASSAU de Lauro de Freitas, ministrou palestra enriquecedora sobre a Reforma Trabalhista. Para os discentes, foi um momento de extinguir dúvidas sobre o tema e saber informações sobre a credibilidade da pós graduação na unidade.

04 Setembro
ENADE
Alunos elegíveis ao ENADE dos cursos Superiores em tecnologias, participam de qualificação
Por Suzane Soares

Alunos elegíveis ao ENADE 2018, estão participando das Oficinas preparatórias e complementares. No ultimo dia 03/09/2018, no Bloco 3 da unidade de Lauro de Freitas os discentes discutiram questões objetivas das áreas de Direito Empresarial, Trabalho e Previdência.

Na ocasião, muitas duvidas foram superadas e o compromisso de atenção a essas questões, reforçado.

15 Junho
TECNOLOGIA
A Engenharia Civil e as inovações tecnológicas
Por Priscylla Mesquita

As interações entre tecnologia, indivíduos, organização e ambiente externo são entendidas como determinantes para que novos produtos ou sistemas construtivos sejam implantados com sucesso. O objetivo deste trabalho é discutir as barreiras da adoção e difusão de inovações na construção civil.

A inovação tecnológica, imperativa em todos os setores industriais, se faz necessária na atualidade de um ambiente marcado pelas rápidas mudanças no quadro mundial da economia. Esta realidade torna muitas empresas com características inovadoras mais competitivas no mercado em que atuam.

A decisão pela implantação de novas tecnologias é um processo através do qual um indivíduo conhece uma inovação, forma a opinião, rejeita ou adota uma nova ideia, e confirma esta decisão.

O uso de novas tecnologias leva o crescimento do setor como um todo, tanto pela industrialização dos meios necessários quanto pela sua execução. Por meio de ferramentas e equipamentos apropriados às atividades, sejam eles de execução do produto, ou de caráter administrativo, tem-se como consequência um produto final de melhor qualidade e a um menor custo.

Uma das dificuldades encontradas na implementação de novas tecnologias é a falta de padronização de seus materiais e componentes como um dos grandes entraves ao desenvolvimento do setor.

Outro problema encontrado é o conhecimento, por causa da dificuldade vivida pelos engenheiros das construtoras brasileiras em obter informações mais consistentes dos exportadores. Mesmo depois de alguns anos de introdução de uma nova tecnologia, os técnicos envolvidos não têm o completo domínio do processo de produção.

Leia mais

 

 

12 Abril
PALESTRA
Coordenação dos cursos de Tecnologias promove palestra sobre informação aplicada a gestão
Por Suzane Soares

No dia 30 de abril de 2018, a partir das 16h, a coordenação dos cursos superiores em tecnologias gerenciais, promoverá a palestra: Tecnologias da Informação, aplicadas a gestão.

No momento, o professor Igor Gonzalez Pimenta que é Mestre na área de informação vai dialogar sobre a Tecnologia da Informação, oferecerá elementos ou componentes inter-relacionados, que coletam, armazenam, processam e distribuem dados e informações com a finalidade de dar suporte aos negócios.

A palestra é aberta a toda a comunidade acadêmica e as inscrições já estão abertas através do link.

 

 

22 Março
CURSO
Oficina de gerenciamento de atividades é oferecida aos cursos de tecnologia
Por Erica Acioli

Nesta terça-feira (23), às 18h30, os alunos dos cursos de tecnologia da unidade Ponta Verde poderão participar de uma oficina sobre gerenciamento de atividades com a ferramenta Trello. O evento será realizado no laboratório de infomática 2.

14 Dezembro
ESTÁGIO
Confira a oportunidade de Estágio
Por Erica Acioli

A Carajás procura estagiários para a área de TI cursando a partir do 3º período os seguintes cursos: Análise de sistema, Informática, Engenharia da Computação, Ciência da Computação, Sistemas de Informação ou áreas afins.

*Colocar o nome da vaga no título do e-mail.

*Bolsa de R$ 600,00 + VT.

*30h semanais/ 6 horas de segunda a sexta.

Interessados enviar currículo até o dia 18 de dezembro para o e-mail dhocurriculo@hotmail.com.

21 Setembro
MATÉRIA
O futuro com os veículos elétricos e híbridos
Por Macel Queiroz

A ascensão dos veículos elétricos (VEs) e híbridos (VEHs) nas últimas décadas se dá num contexto de crescente preocupação com questões ambientais. Empresas e governos passaram a investir e incentivar formas mais sustentáveis de mobilidade, visando a redução de poluentes e uma maior eficiência na mobilidade urbana. Desse modo, o que era visto como tecnologia futurista, agora é uma realidade. 

Na Europa, o incentivo governamental - na forma de subsídios e isenção de impostos - para a utilização de destes veículos tem crescido muito nos últimos anos. Outra tendência é a iniciativa de acabar com as vendas de veículos tradicionais. Em Julho deste ano, por exemplo, o governo do Reino Unido anunciou que até 2040 planeja abolir a venda de veículos de combustão convencionais de gasolina e diesel, como forma de combater a alta poluição do ar em suas estradas. 

Dificuldades como preço elevado e autonomia limitada da bateria ainda são entraves para essa indústria próspera. Entretanto, o crescente avanço tecnológico e apoio governamental para os veículos elétricos - principalmente na Europa e na China - faz com que a superação dessas dificuldades esteja cada vez mais próxima.

 

Confira a matéria completa

13 Junho
Tecnologia
Aplicativo é criado para auxiliar alunos de Fisioterapia
Por Mariana Meirelles

O uso da tecnologia na educação é bastante incentivado na formação acadêmica dos estudantes de Análise de Desenvolvimento de Sistemas (ADS), da UNINASSAU João Pessoa, que tem elaborado projetos que auxiliam na formação e atuação de profissionais da saúde. O estudante do 5º período, Filipe Augusto Fragoso é um exemplo disso. Ele desenvolveu um aplicativo que tira dúvidas de estudantes e fisioterapeutas sobre a Eletroterapia. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente na versão android.
 
O aplicativo foi desenvolvido na disciplina ‘Projeto Integrador II’, como parte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). “O app ‘Eletrofisio’ é um guia de estudos para profissionais e estudantes que tem dificuldades com a disciplina Eletroterapia, geralmente, ensinada no 4º ou 5º período da faculdade. Essa disciplina envolve aparelhos elétricos no tratamento de pacientes e através do aplicativo orientamos como utilizar o aparelho, a frequência, o tempo, enfim, sanamos algumas dúvidas”, disse Filipe Fragoso, que também é formado em Fisioterapia há 8 anos.
 
Para a coordenadora do curso de ADS, Mariana Meireles, é um orgulho ver que o aluno acreditou e venceu todas as dificuldades para desenvolver esse app. “Filipe é um excelente aluno, muito dedicado. Desde o início do curso dizia que queria desenvolver um programa que ajudasse os fisioterapeutas. Graças a sua dedicação e estudo conseguiu realizar seu objetivo, mostrando a interdisciplinaridade da tecnologia, onde podemos uní-la as demais áreas”, destacou Mariana Meireles.
 
A coordenadora do curso de Fisioterapia, Giane Dantas, também aprova o incentivo à produção acadêmica, assim como o uso da tecnologia na promoção a saúde. “Muitos profissionais e principalmente estudantes tem dúvidas em como usar as correntes que existem dentro da eletroterapia e ter um instrumento que auxilie essas pessoas, aliando a isso a tecnologia é maravilhoso”, enfatizou Giane Dantas.
 
O aplicativo já pode ser baixado, gratuitamente, no play store para os sistemas androids e em breve, Filipe vai lançar a versão ios. Como o trabalho faz parte do TCC, no último dia 29, Filipe fez a apresentação do trabalho e obteve nota máxima.
 
(Texto: Vanessa Braz)

24 Maio
TECHDAY
2º Techday será realizado nesta quinta (25)
Por Julio Viana

Nesta quinta-feira (25), será realizado o segundo evento da Nassau voltado para tecnologia, o Techday, na unidade de Lauro de Freitas.

O evento será promovido das 14h às 22h e conta com mostra de trabalhos acadêmicos desenvolvidos pelos alunos, além de ciclo de palestras com profissionais da área de tecnologia. Além disos, também haverá o lançamento da Empresa Júnior Sientec Jr., corporação mantida pelos alunos da instituição.

As inscrições podem ser feitas no site: https://extensao.uninassau.edu.br/DetalhesEvento.aspx?EventoId=2702

Confira o cronograma das palestras:

 InicioFimPalestraPalestrante
Mostra de Trabalhos Acadêmicos

Banco de Dados / Games
14:0014:20Sistema de AcademiaHorester, Alan, Ariel, Surita
14:2014:40Sistema de Alerta para MedicamentosMaristom, Israel, Rodrigo Costa, Jean Blay, Emanuel, Gabriel, Iuri
14:4015:00Atendimento a PizzariaCaio, Dayane, Jean Carlos, Raila, Rayan, Yasmin
15:0015:20Controle de DízimoLudmila, Jéssica, Lorrane, Antônio Lucas, Gustavo Janete
15:2015:40Damn PlataformMariston 
15:4016:00Caution Ball I / Caution Ball II / My Stolen EggsManuel
16:0016:20Corrida de TampinhaBruno
16:2016:40Atirei no GatotóIuri
16:4017:00A Saga da CoxinhaMatheus
17:0017:20ZumborRodrigo Costa
17:2017:40Fim do TúnelThiago Luiz
Palestras Técnicas17:4018:00Liberação para Café 
18:0019:00Robotica EducacionalLeandro Brito
19:0020:00BitcoinsEber Santana
20:0021:00Qualidade IndustrialMurilo Amorim
21:0022:00Lançamento EJSientec Jr.

 

16 Maio
TECNOLOGIA
Curso oferece Certificações Intermediárias aos alunos
Por Mariana Meirelles

As diretrizes curriculares nacionais para organização e funcionamento dos Cursos Superiores de Tecnologia, definidas na Resolução CNE/CP no 3, de 18/12/2002, sugerem, em seu Art. 5o, que os cursos tecnológicos sejam organizados de forma a permitir a obtenção de Certificados de Qualificação Profissional de Nível Tecnológico.

Por considerar uma estratégia para a colocação do profissional de uma área específica do eixo tecnológico denominado Informação e Comunicação, antes da conclusão do curso, no mercado de trabalho, o Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade adotou uma organização curricular dispondo de meios de flexibilidade curricular que oportunizarão ao aluno um Certificado de Qualificação Profissional de Nível Tecnológico (certificação intermediária).

Estas certificações prevêem qualificações profissionais identificáveis na área de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, onde o profissional analisa, projeta, documenta, especifica, testa, implanta e mantém sistemas computacionais de informação. Possibilitarão ainda o desenvolvimento e o aproveitamento de competências profissionais da área, conduzindo a formação de um tecnólogo apto a desenvolver, de forma plena e inovadora, suas atividades reforçando o compromisso da IES com a sociedade e com o mundo do trabalho em conformidade com legislação vigente. 

Desta forma, seguem as certificações intermediárias e suas respectivas competências profissionais, em conformidade com o perfil profissional do curso, bem como as disciplinas que as integram, com ênfases de qualificação nos seguintes seguimentos: 

Segue abaixo as competências de cada certificação:

(1) Módulo: Análise de Suporte em TI

  • ü  Elaborar algoritmos otimizados utilizando o raciocínio lógico e matemático para resolução de problemas computacionais

  • ü  Definir estratégia de administração de TIC aderente às estratégias da organização através de modelos de gestão

  • ü  Elaborar planejamento para desenvolvimento de trabalhos acadêmicos e empresariais

  • ü  Efetuar configurações básicas em componentes de hardware e software a fim de praticar conceitos de microinformática e redes

    (2) Módulo: Analista de Comunicação em TI

  • ü  efetuar levantamentos de ambientes computacionais podendo identificar tipos de software e hardware em utilização no ambiente;

  • ü  transmitir e difundir novas tecnologias nas áreas da informática adequando-as às necessidades das organizações;

  • ü  dominar aplicativos e ferramentas para intercomunicação de sistemas;

  • ü  identificar meios físicos, dispositivos e padrões de comunicação, reconhecendo as implicações de sua aplicação no ambiente;

  • ü  planejar, organizar, dirigir e controlar sistemas de informações que se adaptem aos objetivos estratégicos das organizações.

    (3) Módulo: Coordenador de Aplicações de Tecnologia da Informação

  • ü  aplicar as principais tecnologias de desenvolvimento de sistemas na criação de sistemas comerciais convencionais e nos que serão operados via web e suas tecnologias;

  • ü  modelar e especificar soluções sistematizadas de informática para os problemas organizacionais;

  • ü  interagir com banco de dados através da utilização da linguagem SQL;

  • ü  analisar e operar os serviços e funções de sistemas operacionais computacionais (preocupação com a qualidade, usabilidade, robustez, integridade e segurança de programas computacionais).

  • (4) Módulo: Desenvolvedor de Sistemas 

  • atuar em equipes de desenvolvimento de sistemas nas tarefas de criação de banco de dados, desenvolvimento e programação de aplicativos e sistemas e em sua documentação;

  • ü  informatizar processos de engenharia de software e validar soluções de problemas de informática;

  • ü  desenvolver sua habilidade para resolver problemas e enfrentar situações de imprevisibilidade, incerteza e instabilidade, usando raciocínio lógico, crítico, e analítico para operar e expressar-se de maneira crítica diante das diferentes conjunturas organizacionais e sociais

  • ü  desenvolver sistemas adotando metodologias de qualidade de software;

  • ü  desenvolver sistemas para redes locais e remotas implementando técnicas de segurança.

    (5) Módulo: Desenvolvedor de Sistemas em Ambientes Móveis

  • ü  utilizar a Internet e suas tecnologias, podendo efetuar instalações, configurações e otimizações de softwares;

  • ü  projetar, desenvolver e implantar software, inclusive para o ambiente web;

  • ü  gerenciar Sistemas informatizados;

  • construir softwares utilizando métodos de desenvolvimento baseando-se em especificações resultantes da análise e projeto de sistemas, visando à maximização dos recursos computacionais;

    identificar oportunidades de negócios com o objetivo de criar e gerenciar empreendimentos para a concretização das oportunidades;

    gerenciar equipes de profissionais de desenvolvimento de sistemas de informação, seguindo métodos de análise e projetos de sistemas e de construção de software. 

 

Páginas