Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
10 Maio
Recife
Fases finais do TCC
Por Andre Felipe

Neste mês de Maio se inicia as fases finais do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para os alunos de comunicação, em 8° período. A partir de agora, resta apenas um mês exato para a conclusão do trabalho e entrega das fichas de marcação de banca, junto com a indicação dos nomes da banca avaliadora. 

ATÉ 31/05 -  O primeiro passo é o orientando e o orientador definirem quem irá compor a banca avaliadora, ou seja, indicarem dois profissionais de comunicação, além do orientador. E então entregarem as fichas com esses dados para o professor que ministra a cadeira Trabalho de Conclusão de Curso II (TCC II).

Feito isso, é necessário entregar o material que vai ser avaliado para todos os membros da banca. O aluno deve realizar isso com pelo menos 1 semana de antecedência do dia de defesa. As bancas começam a partir do dia 11 de Junho e vão até o dia 18 de Junho.

Mas não é hora de ter pânico, o professor da cadeira de Trabalho de Conclusão de Curso, Mivacyr Filho , explica que os alunos que manterem a frequência na produção, devem obter êxito sem problemas. "É um momento agora de triunfo, de chegar no fim do semestre e marcar sua banca, é um momento muito gostoso." ressalta.  A professora Teresa Poças que ministra a mesma cadeira  diz que é o momento de ter foco e dedicação. "Não tem outra receita" afirma.
 

Redatora: Amanda Santana

09 Maio
Recife
Publicitários: De olho no TCC!
Por Andre Felipe

As bancas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) marcam o final do semestre de todo concluinte universitário. Os alunos da disciplina Projeto Experimental II estão na reta final para a entrega do trabalho, mas e você, já sabe quais as modalidades que podem ser apresentadas?

Os estudantes do curso de Publicidade e Propaganda da Uninassau possuem sete possibilidades de realizar seu projeto final. São elas: monografia, ensaio fotográfico e desenvolvimento de sistemas de identidade visual, que são obrigatoriamente executadas apenas por um aluno; pesquisa de mercado, planejamento de comunicação, campanha publicitária e videoclipe, que pode ser executado por até dois alunos. A modalidade monografia e pesquisa de mercado é um projeto teórico e exige capacidade de análise aprofundada por parte do aluno. Já as demais modalidades são práticas e demandam dos alunos a qualidade de criar narrativas visuais e textuais. Porém, mesmo as atividades práticas são acompanhadas de relatórios com embasamento teórico do trabalho desenvolvido. Quanto à formatação de todos os trabalhos, devem ser seguidas as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Para o professor da instituição, Eduardo Dias, a maior qualidade que deve ser criada pelos alunos é a adaptabilidade para resolver os problemas que normalmente surgem ao longo do trabalho. “A gente trabalha resolvendo problemas”, lembra ele. O professor dá aos alunos duas dicas; a primeira, "é que todo o trabalho deve ser bem planejado, para que as demais demandas pessoais ou acadêmicas não atrapalhem o projeto. E a segunda, é que o aluno tenha afinidade e interesse no tema escolhido, pois assim o trabalho tende a sair com qualidade, criativo e produtivo", adiciona.

MAIS SOBRE AS MODALIDADES

MONOGRAFIA - trabalho de análise teórico crítico sobre temas voltados para publicidade, como o sistema de consumo.

ENSAIO FOTOGRÁFICO - visa promover através da imagem, criatividade, com conceito e técnica fotográfica a divulgação de um produto, marca ou empresa.

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE IDENTIDADE VISUAL - produz um pensamento visual com técnicas de design para desenvolver uma identidade para uma marca nova ou já existente. 

PESQUISA DE MERCADO - uma coleta de dados no mercado através de consumidores, empresas de outras fontes para entender as características do consumo e suas consequências para as empresas. 

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO - consiste em solucionar problemas de comunicação das empresas com desenvolvimento de estratégias.

CAMPANHA PUBLICITÁRIA - parecida com o planejamento de comunicação, consiste no desenvolvimento de peças publicitárias, utilizando principalmente técnicas de direção de arte e redação publicitária.

VIDEOCLIPE - produção audiovisual publicitária, seja para propaganda de TV ou vídeo clipe musical e acompanha estratégias de comunicação para redes, a fim de promover o produto ou banda.

LINKS ÚTEIS
Regras da ABNT 2018

Manual de normatização para Publicidade e propaganda

Redatora: Amanda Santana

07 Maio
RECIFE
Reta final para a graduação: A importância do TCC
Por Andre Felipe

Muita leitura, correções e prazos — esses três fatores são alguns dos muitos que compõem a rotina intensa do período de pesquisa e elaboração para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Temido por boa parte dos estudantes de graduação, o TCC corresponde ao início da produção científica no ensino superior, sendo requisito final para a aprovação dos discentes sob graduação, e podendo estender-se enquanto contribuição nos cursos pós-graduação. Entretanto, a pesquisa científica não deve ser vista apenas como uma obrigatoriedade que leva à obtenção do diploma; o TCC possibilita, não somente a potencialização da escrita e metodologia científica nos alunos, como oferece subsídios para autoavaliação e pode nortear uma carreira como profissional pesquisador e contribuinte.

Resgatando o conhecimento teórico de toda a graduação, o TCC, para ser iniciado, passa pelo filtro de interesses e afinidades do aluno, deixando em evidência o que será analisado e como o tema escolhido tem relevância para a comunidade e, também, impacto social. Pontapé para a aplicabilidade da tríade ensino-pesquisa-extensão, o trabalho é um processo comumente iniciado bem antes do seu prazo de entrega e trabalhado sob orientação nos últimos dois semestres de graduação. É de fundamental importância que os alunos já conheçam os métodos básicos de projeto e desenvolvimento de pesquisa, para evitar possíveis confusões, atrasos, as temidas trocas de tema e metodologias, ou pior, a não entrega do trabalho. O método de pesquisa mais comum para viabilizar uma extensão científica é a monografia, no entanto, mesmo àqueles que não optam por ela, o projeto de pesquisa ainda é indispensável.

Como qualquer trabalho acadêmico, o TCC possui suas especificidades e etapas que, se cumpridas devidamente, facilitam o desenvolvimento, conhecido pela sua alta demanda de leitura, tempo e engajamento. Após ter o seu tema e o recorte, o aluno deve fundamentar sua pesquisa em um problema ou pergunta e hipóteses. Para verificar a coerência desta escolha e de todo o resto, é crucial o acompanhamento com um orientador, de preferência, com experiência na metodologia escolhida pelo aluno. Além disso, o conhecimento das regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) segue sendo exigido e é requisito básico para a formatação apropriada da pesquisa. O graduando também deve ajustar o seu cronograma para que imprevistos não comprometam o que foi feito; não é uma tarefa fácil, dar conta da graduação, da pesquisa e das demais obrigações, mas é preciso ter-se em mente de que faz parte da rotina acadêmica este tipo de comprometimento e, existindo o interesse de uma extensão, esses esforços são o mínimo para ajustar-se à vida científica.

A carga bibliográfica é uma das partes mais difíceis da elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso, porém, não existe trabalho científico sem referências bibliográficas. O embasamento teórico, além de fundamental, pode ajudar o aluno a encontrar objetos de estudo menos analisados e possibilita maiores chances de destaque ao trabalho. Para conseguir acompanhar o ritmo, um cronograma de estudos e sono (minimamente) regulado são grandes aliados e ajudam a manter a rotina mais saudável. Lembre-se: não deixe para iniciar a sua pesquisa de última hora! E o envolvimento do aluno tem grande peso na conclusão do trabalho. Apesar das orientações, elas sozinhas não garantem o encaminhamento perfeito do TCC e comunicar-se com o orientador, buscar mais de um orientador e até mesmo, pedir opiniões dos colegas, pode fazer a diferença.