Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
24 Março
Artigo
Os Pet's não transmitem Covid-19 para humanos
Por Jose Teles

De acordo com a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a propagação atual do Covid-19 é o resultado exclusivo da transmissão entre seres humanos, e que até o momento, não há evidências de que os animais de estimação possam disseminar a doença. Desta forma, não se justifica tomar medidas contra animais de estimação que possam comprometer o seu bem-estar.

Para os tutores dos pet’s, as regras são simples: ao manusear e cuidar de animais, sempre devem ser aplicadas medidas básicas de higiene, incluindo lavar as mãos antes e depois de andar ou manusear animais, alimentos ou outras coisas, além de evitar compartilhar alimentos. A recomendação da OIE para os tutores que se encontram doentes ou sob tratamento médico para o Covid-19 devem evitar contato próximo com seus animais de estimação e confia-los aos cuidados de outro membro de sua família ou amigos. Se isso não for possível, recomenda-se usar uma máscara facial, para preservar o animal.

Ainda de acordo com a OIE, os serviços de saúde pública e veterinária devem “trabalhar juntos”, usando a abordagem de "uma saúde única" para compartilhar informações e realizar uma avaliação de risco quando uma pessoa com Covid-19 relatar estar em contato com animais de estimação. Se a decisão for tomada após uma avaliação de risco de um animal de estimação que tenha estado em contato próximo com uma pessoa com o coronavírus, é recomendável testar amostras orais, nasais e fecais. Embora não haja nenhuma evidência de que a infecção do Covid-19 se espalhe de animal para animal, deve-se manter os animais testados positivos longe de animais não expostos. Cabe ressaltar ainda que qualquer detecção do vírus Covid-19 em um animal deve ser relatada à OIE. É primordial que autoridades veterinárias sejam mantidas informadas e mantenham vínculos estreitos com as autoridades de saúde pública e vida selvagem, a fim de garantir a consistência e a adequação das mensagens de comunicação e gerenciamento de riscos.

É importante que a epidemia do Covid-19 não resulte em medidas inadequadas contra animais domésticos ou selvagens, que possam comprometer seu bem-estar e saúde ou ter um impacto negativo na biodiversidade.

Por: Prof. Andrei Loureiro – médico veterinário e docente do curso de Medicina Veterinária na Uninassau João Pessoa

04 Janeiro
MATÉRIA
Pets precisam de cuidados na estação mais quente do ano
Por Alex Santos

Com a chegada do verão, época em que todo mundo está disposto a curtir sol, água de coco e praia, todo cuidado é pouco com os pets. O coordenador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade UNINASSAU Pituba, Alex Barbosa, explica quais são os cuidados que se deve ter com os animais de estimação na época mais quente do ano. Segundo o médico veterinário, períodos quentes e úmidos são os mais favoráveis para infestação por ectoparasitas em animais domésticos de companhia. No entanto, não há uma sazonaliadade específica, "podendo ocorrer durante todo o ano". O doutor ainda alerta, pois,  “como estamos na época do verão, a umidade e o calor são mais favoráveis para a infestação dos ectoparasitas, e os donos também contribuem pois trazem esses nos calçados e vestimentas”, explica.

Confira a matéria completa no site do Leia Já.

 

17 Março
Extensão
Professores da UNINASSAU participam de evento no Shopping Guararapes
Por artur.fernandes

No próximo final de semana, dias 18 e 19, o Centro Universitário Maurício de Nassau -UNINASSAU estará presente no evento Pet Lovers. Promovido pelo Shopping Guararapes, é voltado para os amantes de cães e gatos e conta com serviços gratuitos, como: vacinação, desfiles de pets, recreação com piscina de bolas e adoção. Além disso, quem for, vai poder participar de palestras ministradas por professores do curso de Medicina Veterinária.

No sábado (18), a professora e doutora em ciência veterinária Ana Luíza, junto com o estudante João Sérgio, vai falar sobre comportamento animal. Já no domingo (19), a docente Elayne Cristine vai ministrar a palestra “Saúde Animal: cuidados com seu pet”. Segundo a professora, quem estiver participando vai poder interagir, perguntando e tirando todas as dúvidas.

“Durante o bate papo, vou falar sobre os primeiros cuidados com o pet, como: a primeira vacinação, vermifugação, cuidados de higiene, alimentação e prevenção de doenças. Além disso, vamos conversar sobre Posse Responsável, alertando que a adoção ou compra de um animal requer cuidados durante toda sua vida”, comenta Elayne.

Em sua primeira edição, o evento acontecerá na área coberta do terceiro piso do edifício garagem do shopping, das 16h às 21h. Para participar, basta doar 1kg de ração (para gato ou cachorro) ou 1um produto de limpeza (água sanitária, desinfetante ou sabão em pó). Toda doação será destinada às entidades que acolhem cães e gatos abandonados.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Por: Rayane Guimarães