Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
12 Novembro
EVENTO
Alunos podem participar de Fórum de Educação Quilombo e Indígena
Por Maria Santos

O Fórum de Educação Quilombola e Indígena acontecerá em Lauro de Freitas no dia 21 de novembro, às 18:30h no Auditório do Bloco 1. 

O evento está sendo organizado pelo Curso de Admnsitração da Faculdade Uninassau Unidade Lauro de Freitas com apoio dos Curso de Servico Social, Pedagogia e os Cursos Superiores de Tecnologia.

Venha participar desse Evento!

Minha Raiz Minha História!

Evento já disponível para inscrição no link: https://extensao.uninassau.edu.br/DetalhesEvento.aspx?EventoId=12480

23 Outubro
VISITA
Aula de campo no Quilombo do Boqueirão
Por Gilma Benjoino

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiro, Indígenas e Povos Tradicionais- NEABIT’s, da Faculdade Uninassau, realizou nesta última sexta-feira, dia 19 de outubro, uma aula de campo em vivências no Quilombo do Boqueirão, a 45km de Vitória da Conquista. A ação contou com a participação dos acadêmicos que participam do núcleo, professora Niltânia e a coordenadora do Curso de Pedagogia Gilma Benjoino, bem como a equipe de professores do quilombo e a coordenadora do Núcleo de Diversidade da Secretaria Municipal de Vitória da Conquista. A equipe de enfermagem visitou a comunidade levando informações sobre as doenças que mais acometem a população negra tais como: anemia falciforme e hipertensão. Foram feitas também aferição da pressão arterial das pessoas da comunidade local.

Durante todo dia  realizaram-se  várias atividades de valorização da cultura negra como: Contação de histórias, onde os negros são protagonistas, a exemplo: a história dos Cabelos de Lelê e da Boneca Abayomi. Esta, foi confeccionada pelas crianças e pais de alunos numa demonstração da necessidade de manter a tradição, o reconhecimento da cultura afro-brasileira  e quilombola para firmar sua identidade dentro dos quilombos brasileiros. Notadamente foi um dia memorável, pois aprendemos muito com todos que ali estavam numa verdadeira aula de cidadania. Contudo, percebemos que há a necessidade da intervenção do poder público para sanar os problemas enfrentados ainda pelos povos camponeses e quilombolas à saber: a seca, a fome e a falta de investimentos na produção de subsistências dessas comunidades.