Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
30 Setembro
Evento
UNINASSAU na sensibilização para doação de órgãos
Por Flavia Lira

Boa tarde futuros enfermeiros!

Durante todo mês de setembro o curso de enfermagem trabalhou com eventos de cunho científico e popular buscando a sensibilização dos acadêmicos, profissionais e da população campinense sobre a importância da doação de órgãos e quanto este atitude muda a vidas.

Mas se você ainda tem dúvidas sobre esta temática, vamos saná-las neste post!

O que é doação de órgãos?

Doação de órgãos é um ato nobre que pode salvar vidas. Muitas vezes, o transplante de órgãos pode ser única esperança de vida ou a oportunidade de um recomeço para pessoas que precisam de doação. É preciso que a população se conscientize da importância do ato de doar um órgão. Hoje é com um desconhecido, mas amanhã pode ser com algum amigo, parente próximo ou até mesmo você. Doar órgãos é doar vida!

Quero ser doador de órgãos. O que fazer?

Se você quer ser doador de órgãos, primeiramente avise a sua família. Os principais passos para doar órgãos são:

 Para ser um doador, basta conversar com sua família sobre o seu desejo de ser doador e deixar claro que eles, seus familiares, devem autorizar a doação de órgãos.

 No Brasil, a doação de órgãos só será feita após a autorização familiar.

Pela legislação brasileira, não há como garantir efetivamente a vontade do doador, no entanto, observa-se que, na grande maioria dos casos, quando a família tem conhecimento do desejo de doar do parente falecido, esse desejo é respeitado. Por isso a informação e o diálogo são absolutamente fundamentais, essenciais e necessários. Essa é a modalidade de consentimento que mais se adapta à realidade brasileira. A previsão legal concede maior segurança aos envolvidos, tanto para o doador quanto para o receptor e para os serviços de transplantes.

A vontade do doador, expressamente registrada, também pode ser aceita, caso haja decisão judicial nesse sentido. Em razão disso tudo, orienta-se que a pessoa que deseja ser doador de órgãos e tecidos comunique sua vontade aos seus familiares.

Os órgãos doados vão para pacientes que necessitam de um transplante e estão aguardando em lista única, definida pela Central de Transplantes da Secretaria de Saúde de cada estado e controlada pelo Sistema Nacional de Transplantes (SNT).

 

03 Junho
Dramatização
Ações em alusão ao Maio Amarelo são realizadas pela UNINASSAU Petrolina
Por Sérgio Junior

 

O Conselho Federal de Medicina (CRM) registrou, nos últimos 10 anos, mais de 1,6 milhões de pessoas feridas em acidentes de trânsito no Brasil. A realidade é preocupante e a Faculdade UNINASSAU Petrolina abraçou a campanha nacional Maio Amarelo, visando sensibilizar os motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

 

Para fechar as atividades desse mês, a Instituição promoveu em dois pontos de grande fluxo de carros uma dramatização com vítimas da imprudência no trânsito. “Visualizar a consequência de um acidente é impactante e traz uma maior reflexão sobre a temática. 

 

Atitudes como usar o cinto de segurança, não realizar ultrapassagem perigosa, não misturar álcool e direção, entre outras, ajudam a reduzir o número de casos”, pontuou a diretora da Faculdade, Anna Cristina.

 

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a cada 15 minutos uma pessoa morre no trânsito brasileiro. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) traz dados importantes como:  as causas mais comuns de acidentes com morte estão a desatenção do motorista, excesso de velocidade, ingestão de álcool, desobediência à sinalização e ultrapassagens indevidas.

 

Campanha Maio Amarelo

 

O Movimento Maio Amarelo nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil para reduzir os acidentes de trânsito. Esse ano a campanha teve como tema “No trânsito, o sentido é a vida”.  

 

 

17 Maio
Teresina
Campanha de doação de sangue na UNINASSAU
Por Conceição Aguiar

Prezados alunos, nos dias 23 e 24 de maio, no horário de 8:00 às 16:00hs, o Hemopi - Hematologia e Hemoterapia do Piauí, estará presente na Faculdade Uninassau Redenção, à disposição daqueles que desejem realizar doação de sangue.

A atividade faz parte da campanha de doação de sangue "Sua ação é compatível com a vida". Participe! Doe Sangue. Salve uma vida!!!

26 Setembro
BELÉM
Unidade promove campanha do Setembro Amarelo
Por Barbara Azevedo

O ‘Setembro Amarelo’ é uma campanha mundial de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito dessa realidade. Ocorre desde 2015, no mês de setembro, por meio da identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e da ampla divulgação de informações.

A Campanha “Setembro Amarelo” trouxe o debate sobre a conscientização da Prevenção do Suicídio de forma contínua com destaque aqui neste projeto ao meio acadêmico. E para ressaltar a importância de falar sobre o assunto, realizou-se uma roda de conversas com a professora da saúde mental na enfermagem. O encontro acontece em uma sala 105 do bloco C, e foi voltado aos estudantes de enfermagem da unidade Quintino, porém é aberta a toda a comunidade acadêmica.

A proposta da Roda foi estabelecer um espaço seguro para que todos possam se expressar livremente, partilhar, acolher e oferecer acolhimento proporcionando o conhecimento de Setembro como o mês mundial de prevenção do suicídio, chamado também de Setembro Amarelo levando o assunto para graduação como forma de combate a essa situação. Busca-se o conceito de horizontalidade nas relações no meio estudantil, para que os acadêmicos se sintam confortáveis na certeza de que serão ouvidos e levados a sério. Além do diálogo, se foram utilizadas dinâmicas, de modo que os estudantes possam entrar em contato com os seus sentimentos e expressá-los sem julgamentos.

As dinâmicas tem o papel de criar um ambiente mais natural possível, para que o estudante fique à vontade e reaja naturalmente diante do conteúdo e situações apresentadas como os transtornos mentais mais comuns e que favorecem ao risco do suicídio, trata-se de uma estratégia eficiente para mostrar características que não ficam evidentes nas situações de sala de aula e podem inibir o aluno.

Neste contexto ao se trabalhar dinâmicas como a de “Como me vejo na universidade?” com metodologia de roda de conversa favoreceu a identificação de sinais referente a situações que possam levar ao suicídio principalmente entre discentes como o isolamento em sala de aula, as cobranças em relação a notas e o desempenho acadêmico como um todo.

Sobre o tema prevenção de suicídio no meio acadêmico a importância de debater o tema. é uma oportunidade de falar sobre depressão, angústia e mal-estar, temáticas que compõem o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio, por isso a conversar com os acadêmicos  sobre esses temas ofertou à busca por ajuda, justamente pelos preconceitos e falta de informação sobre o suicídio e fatores de perigo que possam vir antes deste momento.

Segundo dados da OMS cerca de 12 mil suicídios são registrados no país todos os anos e mais de 1 milhão no mundo. A depressão, o transtorno bipolar e o abuso de substâncias psicoativas são os 3 principais motivos para os casos de suicídio no Brasil, que atinge principalmente os jovens revelando a realidade que uma pessoa comete suicídio a cada 40 segundos no mundo e se continuarmos com esse crescimento que vem ocorrendo nas estatísticas, em 2030, esse índice terá aumentando em 50%. Esses dados só reforçam  a importância de  discutir sobre o suicídio principalmente na graduação.

Ao falar sobre o suicídio é preciso entender que se trata de uma graduação de sofrimento. A percepção de que o suicídio é o pico de uma dor emocional à qual todos podem estar sujeitos aumenta a empatia e a possibilidade de ajuda o que se enfatizou durante a dinâmica de construção de uma teia da ajuda por meio de fitilhos distribuído entre os acadêmicos. É preciso baixar o julgamento e a crítica sobre o suicídio, entendendo que às vezes o impulso é mais forte que a pessoa. Explicou-se  que a conscientização pode diminuir o estigma, que é o que acaba levando as pessoas a abafarem o assunto, a terem vergonha de expor e de discutir o tema.

Com base em todo esse momento de esclarecimento e identificação de sintomas e sinais do suicídio houve a divulgação do serviço de psicologia da própria instituição e ao final aconteceu o momento do abraço coletivo e reforço da união com relação a buscar os professores como base de apoio também. Após esse momento as atividades foram finalizadas.

No dia 21 de setembro, ocorreu na Uninassau Belém, polo quintino a CAMPANHA SETEMBRO AMARELO NA GRADUAÇÃO: Você não está sozinho! Com a seguinte programação:

9:00- inicio da programação

09 :10- Dinâmica de integração para os presentes; 

9 :20 – Palestra sobre o que é A “Campanha setembro amarelo e seu objetivo”

10:00- abertura de discussão sobre os fatores que levam ao suicido na graduação;

10: 00 Roda de conversa com os presentes da saúde;

10: 50- Momento de abraço coletivo

11:00- final das atividades

O evento sobre o tema proporcionou o conhecimento sobre a importância do Setembro como o mês mundial de prevenção do suicídio, levando o assunto para graduação como forma de combate a essa situação uma vez que a discussão do tema houve a identificação de sinais referente a situações que possam levar ao suicídio principalmente entre discentes como as cobranças e provas. O momento trouxe a informação sobre a oferta à busca por ajuda, justamente pelos preconceitos e falta de informação sobre o suicídio. A roda de conversa com a exposição sobre os pontos de vistas sobre a saúde mental em si possibilitou discutir sobre o suicídio principalmente na graduação. Os discentes se mostraram participativos e curiosos sobre o tema por ser pouco explorado no cenário acadêmico assim como sugeriram uma maior atenção à saúde dos alunos no transcorrer da vida universitária.

 

 

29 Agosto
AÇÃO SOCIAL
Estudantes da UNINASSAU realizam campanha de doação para idosos
Por Sérgio Junior

A Faculdade UNINASSAU Petrolina, por meio dos estudantes do curso de Farmácia da Instituição, está promovendo, até o dia 18 de setembro, a campanha “Viva a Melhor Idade”. A iniciativa visa arrecadar produtos de higiene pessoal que serão destinados aos lares de acolhimento para idosos, nas cidades de Petrolina e Juazeiro.

A ação faz parte das atividades da disciplina de farmacologia ministrada pela professora Maria Alice Bezerra. “Vamos ‘adotar’ algumas instituições na região para prestar assistência farmacêutica e orientação sobre o uso racional dos medicamentos, especialmente, em relação aos pacientes diabéticos e hipertensos e ainda realizar a doação”, contou.

A coordenadora do curso de Farmácia da Instituição, Victória Carvalho, destaca que, “além de desenvolver a prática do atendimento ao paciente, a proposta ainda tem o viés social e solidário que é importante para formação do profissional de saúde”.

A comunidade pode doar escova dental, fralda geriátrica, desodorante, sabonete, hidratante, pasta dental, entre outros. O ponto de arrecadação será na UNINASSAU Petrolina, localizada na Av. Clementino Coelho, 714, bairro Atrás da Banca, das 8h às 21h.  

Serviço

Campanha de Doação – Melhor Idade

Período: 21/08 a 18/09

Horário: 8h às 21h

Local: UNINASSAU Petrolina

20 Junho
PEDAGOGIA
Participem da Campanha Meu amigo / Meu colega
Por Niraildes Machado

O semestre mal terminou, mas já estamos com força total pensando em 2019.2.

Para manter nosso curso vivo e sempre forte, faz-se necessário que todo semestre tenhamos novos alunos. E se você nos ajudasse e ainda saíssse ganhando? Pois esta é a premissa da campanha Meu Amigo/Meu Colega da UNINASSAU - Aracaju. Traga seus amigos ou familiares, os tenha como colega de faculdade e ainda ganhe desconto em suas mensalidades.

Traga seu amigo e procure o CRA para mais informações!

Forte abraço e ótima férias para todos!

25 Fevereiro
RECIFE
Docentes participam de campanha que pede respeito neste Carnaval
Por Andre Felipe

A hashtag #QuemRespeitaCurteMais foi lançada nas redes sociais da Uninassau, quando a aurora dos tempos carnavalescos já paira sobre grande parte do país. 

Reforçando a discussão sobre o respeito e a falta dele no carnaval, sobretudo com as mulheres, a campanha promove a discussão sobre o assédio e a conscientização coletiva acerca do assunto durante a época momesca. Dados registrados pela Central de Atendimento à Mulher (180) e pelo Disque Direitos Humanos mostram que apesar de toda a beleza e o valor cultural do carnaval, este período é o que registra os maiores índices de violência contra a mulher, em especial a sexual, tendo aumentos de até 20% durante os meses em que acontecem as festividades.   

Educadores da Uninassau acompanharam prévias e marcaram as peles dos foliões com carimbos que carregavam a mensagem “Quem Respeita Curte Mais˜ e a ideia ficou: carregar esta mensagem e colocar em prática por onde você for.  

#QuemRespeitaCurteMais #AssedioNão

20 Novembro
CAMPANHA
Participe da Campanha de Natal do curso de Direito Teresina
Por Roberta Marques

Participe da Campanha de Natal, iniciada pelos alunos do curso de Direito da unidade Teresina. O objetivo é arrecadar donativos para o Lar Reencontro, que é um abrigo para crianças. As doações podem ser:

*Kit de limpeza (desinfetante, água sanitária, saco de lixo e sabão em pó ou barra;

*Fraldas descartáveis infantis (tam XG);

*Itens de roupa de cama (lençol, colcha e travesseiro);

A entrega se dará nos seguintes postos de coleta: Sala do 3º período -manhã ou NPJ- Núcleo de Prática Jurídica (Prédio João XXIII). A participação na Ação Social vale 10h de Certificação para atividades Complementares.

01 Novembro
Campanha
Instituição promove campanha em prol do Outubro Rosa
Por Barbara Azevedo

No dia 26, das 8h às 22h, as atividades foram realizadas na quadra da unidade Quintino.

14 Junho
CAMPANHA
Dia Mundial do Doador de Sangue é lembrado pela UNINASSAU
Por Socrates Pereira

A Faculdade UNINASSAU João Pessoa promove uma ação de solidariedade por meio da campanha de doação de sangue, Quinta do Bem, que mobiliza alunos, professores e colaboradores. A ação é alusiva ao Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado no dia 14 de junho. 
 
Confira a matéria completa aqui.
 

Páginas