Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
28 Setembro
Belém
Estudantes de Pedagogia fazem apresentação em prol da Educação ao som de Pink Floyd
Por Taísa Silveira

Por: Gissele Vasconcelos
 
Em defesa da qualidade da Educação, acadêmicos  do Curso de Pedagogia da Faculdade Maurício de Nassau de Belém realizaram nesta quarta feira (28/09) às 20h um espetáculo de dança ao som de Another Brick in the wall da Banda Pink Floyd. A apresentação teve como objetivo relacionar os conteúdos trabalhados em sala de aula na disciplina de Organização e Legislação da Educação, ministrada pelo Profº Eduardo Marques. “Teremos personagens, contestando, criticando, confirmando e abrindo a possibilidade de criação sobre os temas como Lei de Diretrizes e Bases Direitos Humanos,Educar para os Direitos Humanos, Educação Ético Racial, tendo como base uma música que quebra paradigma, fala de renovação de culturas e tudo com base nos ensino de sala de aula” afirmou o Profº Eduardo.
 
O espetáculo ocorreu na quadra esportiva da Faculdade localizada no Bloco Quintino (Bairro de Nazaré) onde alunos e professores de outros cursos e turmas foram espectadores. Confora as fotos:
 

27 Setembro
Belém
No "Setembro Azul" alunos realizam ações no DNacional dos Surdos
Por Taísa Silveira

Por: Gissele Vasconcelos
 
Estudantes do Curso de Pedagogia da Faculdade Maurício de Nassau de Belém , realizaram no dia 26 de Setembro uma intervenção na entrada do Bloco Quintino, situado no Bairro de Nazaré, para comemorar o Dia Nacional do Surdo. Os alunos abordaram outros estudantes e comunicaram-se com os mesmos através da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). A intervenção foi organizada pela Profª Neuzilene Mesquita que leciona a disciplina de LIBRAS aos estudantes do curso de Pedagogia.
 
Para saber mais:
 
O “Setembro Azul” é um grande marco histórico das lutas e conquistas dos Surdos que, destacamos as lutas pelos direitos linguísticos e culturais. A comemoração do Dia do Surdo é muito importante para que neste momento a Sociedade Brasileira tenha mais uma oportunidade de receber informações sobre a Comunidade Surda.
 
O dia 26 de setembro é um dia importante para a comemoração, pois no ano 1857 foi criada a primeira Escola de Surdos no Brasil na cidade de Rio de Janeiro. Na época, o Imperador Dom Pedro II convidou o professor Surdo Huet, da França para vir ao Brasil para lecionar aulas com crianças Surdas no prédio que se chamava Instituto Imperial de Surdos-Mudos, hoje INES – Instituto Nacional de Educação de Surdos, onde os Surdos foram internados para ser educados, o professor lecionava em Língua de Sinais Francesa que influenciou diretamente na construção da Língua Brasileira de Sinais. (retirado do site: http://bit.ly/1UxuG5h)
 

20 Setembro
Belém
Curso de Pedagogia da FMN em parceria com a UNITERCI-UFPA promovem mesa redonda sobre envelhecimento e educação
Por Taísa Silveira

Por: Gissele Vasconcelos
 
O curso de Pedagogia e Serviço Social da Faculdade Maurício de Nassau de Belém, em parceria com a Coordenação do Programa de Extensão, ensino e Pesquisa Universidade da Terceira Idade (UFPA- UNITERCI), promoverá no dia 19 de Outubro às 17:00h uma mesa redonda que terá como tema: “Envelhecimento e Educação: oportunidades para a Terceira Idade no Brasil” que ocorrerá no Auditório do 1º andar do Bloco Quintino Bocaiúva.
 
O evento contará com a participação da Profª. Msc. Maria Leonice Alencar, Docente da Faculdade Maurício de Nassau Belém e do PARFOR/UFPA e socióloga da Universidade Federal do Pará. Coordenadora do Programa de Extensão , ensino e pesquisa Universidade da Terceira Idade (UNITERCI – UFPA) e da Profª. Msc. Rocio Tamara Muños  Aguirre Docente da Faculdade Maurício de Nassau e da Universidade Federal do Pará (UFPA). Possui trabalhos  relacionados a área do envelhecimento humano.
 
As inscrições poderão ser realizadas na Central de Atendimentos do Bloco Quintino a partir da doação de materiais de Higiene pessoal.
 
As vagas são limitadas!
 
SERVIÇO:
O quê: Mesa Redonda: “Envelhecimento e Educação: oportunidades para a Terceira Idade no Brasil”
Quando: 19 de Outubro às 17:00h
Onde: Auditório do 1º andar do Bloco Quintino Bocaiúva
Quanto: Entrada gratuita. Vagas limitadas (sujeito à lotação do auditório)
 

09 Setembro
Belém
Oficina de Teatro será oferecida para os discentes de Belém
Por Taísa Silveira

Por: Gissele Vasconcelos
 
Destinada ao acadêmicos da Faculdade Maurício de Nasau Belém, a Oficina permanente de Teatro será ministrada pelo ator e também discente do Curso de Pedagogia da Faculdade Maurício de Nassau Belém Cláudio Barros.
 
A idéia é a criação de uma oficina de teatro permanente, com dois encontros semanais.
 
Mais do que formar atores,  a oficina servirá como veículo facilitador na descoberta de novas habilidades, no desenvolvimento de múltiplas percepções do ambiente social, no fortalecimento de  atitudes mais conscientes e no interesse pela leitura e pesquisa.
 
A manutenção dessa oficina possibilitará a criação de uma companhia de teatro e, consequentemente, a montagem de espetáculos teatrais, que possibilitarão uma concreta comunicação com o ambiente (interno e externo) da universidade, refletindo o desenvolvimento da  percepção critica do mundo, na descoberta das infinitas possibilidades de atingir a cena teatral.
 
As aulas iniciarão neste sábado (10/09/2016) de 14:00 às 18:00h, no Bloco Quintino , localizado na Avenidade Quintino Bocaiúcva , 1808 – Nazaré, Belém – PA, 66035-190, entre Gentil e Bráz de Aguiar.
 
A oficina terá duração de dois meses e as aulas  ocorrerão sempre aos sábados a tarde.
 
SERVIÇO
O quê: Oficina permanente de Teatro
Quando: Sábados
Onde: Bloco Quintino , localizado na Avenidade Quintino Bocaiúcva , 1808 – Nazaré, Belém – PA, 66035-190
Quanto: Gratuito

09 Setembro
Belém
Estudantes do curso de Pedagogia campus Belém fazem intervenção para conscientizar a comunidade acadêmica acerca da violência doméstica
Por Taísa Silveira

Por: Gissele Vasconcelos
 
Em parceria com o NPJ (Núcleo de Práticas Jurídicas) da Faculdade Mauricio De Nassau Belém, os discentes do curso de Pedagogia (turno da manhã), realizaram nesta sexta feira , uma intervenção na entrada da faculdade no Bloco Quintino, em alusão aos 10 anos da Lei Maria da Penha.
 
A dramatização envolvia alunas da Nassau que usavam maquiagens que remetiam a hematomas e seguravam cartazes com o número da lei e a frase “Covardes Batem. Vencedoras Combatem.”. Esta ação foi uma parceria dos alunos do curso de Pedagogia e do Núcleo de Prática Jurídica.
 
O objetivo foi alertar acerta da gravidade da violência contra a mulher no Brasil e informar sobre a lei nº 11.340. Segundo dados da Central de Atendimento à Mulher, apenas em 2014, 43% das mulheres sofreram agressões físicas e psicológicas no Brasil. E este número pode se maior, já que muitas vítimas tem medo de denunciar.
 
Confira algumas fotos da intervenção:

06 Setembro
Belém
Divulgado o edital de monitoria em Belém
Por Taísa Silveira

Por: Sérgio Pery

Divulgado o edital de Monitoria para o curso de Ciências Contábeis do campus de Belém.

Para acessar o documento faça o download do arquivo na seção intitulada "Anexo" logo abaixo.

Páginas