Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
15 Fevereiro
Recife
Confira o edital de iniciação científica
Por Lenira de Melo

Prezado aluno,

 

É com satisfação que enviamos o Edital de iniciação científica 2018.

As inscrições já estão abertas e serão recebidas na reitoria até o dia 7 de março.

O edital deste ano vem mais detalhado, especialmente a respeito dos critérios de seleção.

 

Participe!!!

 

24 Novembro
ENCONTRO
Discentes participam do I Encontro de Extensão
Por Igor Santos

No último dia 17 de Novembro, estudantes de Pedagogia e Serviço Social juntamente com os Docentes de ambos os cursos promoveram o I Encontro da Extensão: formação acadêmica em dinâmicas de grupo voltado para Cidadania e Direitos Humanos.

Nosso I Encontro Foi um Sucesso. A parceria Serviço Social e Pedagogia da Faculdade Uninassau Belém deu origem ao GEPCDH- Grupo de Estudos e Pesquisa em Cidadania e Direitos Humanos.

No primeiro Momento, a Diretora da Unidade Profª Gina Moraes fez a abertura do Evento. No 2º momento as Professores Ana D'acr Azevedo e Angélica Gonçalves abriram mesa redonda com o tema "saberes que nascem da Prática. No 3º Momento os Estudantes de Pedagogia e Serviço Social expuseram os resultados das pesquisas realizadas nas escolas publicas e CRAS PEDREIRA bem como apresentação de banner e relatos de Experiência.

Parabéns aos nossos queridos pesquisadores,professora Rocio Tamara Muñoz Aguirre pela Parceria e a todos os colaboradores que puderam proporcionar o acontecimento do evento! 
 

O evento Foi aberto ao público e a entrada foi gratuita, tendo entrega de certificados ao final do evento.

22 Novembro
CONGRESSO
Coordenadora apresenta trabalho em Congresso Internacional
Por Raquel Barbosa

Uma pesquisa científica da Coordenadora/Professora dos cursos de Farmácia e biomedicina da Faculdade UNINASSAU Unidade Natal, Profa Dra Raquel de Melo Barbosa, foram apresentados em Congressos Internacionais em 2017. Dentre esses, a professora teve seus trabalhos  apresentados este ano BIT’s 3rd Annual World Congress of Smart Materials-2017 Bangkok, Tailândia, XVI International Clay Conference, Granada, Espanha e, recentemente, no 11th International Congress of Pharmaceutical Sciences, Ribeirão Preto, SP, um dos maiores congressos Farmacêuticos realizados no Brasil a cada 2 anos.
A professora e pesquisadora, que possui pós doutorado no departamento de Ciências Farmacêuticas, King´s College London realizado em 2016, trabalha em colaboração com grupos de pesquisa no exterior e no Brasil.

01 Novembro
SEMIC
‘Startup: Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação’ é tema de seminário
Por Alexsandro Morais

Lana Mattos

“Startup: Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação” será o tema do II Seminário de Iniciação Científica (SEMIC), que acontece na próxima quarta-feira (1°), na UNINASSAU - Faculdade Maurício de Nassau de Feira de Santana. O evento vai contar com as palestras Startup e Inovação, apresentada por Júnior Mascarenhas e Inovação e Desenvolvimento, ministrada por Diego Freire.

Organizado pelos professores Luís Oscar Silva Martins e Isabel das Mercês Costa, o II SEMIC é aberto à comunidade e vai acontecer das 19h às 22h. Além das palestras, haverá mostra de trabalhos científicos desenvolvidos pelos alunos dos cursos de Administração, Logística e Ciências Contábeis da unidade.

Com o objetivo de proporcionar à comunidade acadêmica espaço para apresentação e debates sobre projetos científicos com potencial de desenvolvimento, o Seminário também pretende aproximar os estudantes do mundo acadêmico, mais especificamente da pesquisa, “mostrando que o desenvolvimento de projetos é muito importante para a formação profissional e pessoal, bem como para o desenvolvimento da sociedade”, explica Luís Oscar. Já para a comunidade, “trata-se de uma oportunidade de dialogar com o mundo acadêmico e conhecer potenciais projetos que podem ser desenvolvidos no município de Feira de Santana e região”. O evento contribui para a UNINASSAU “se inserir ainda mais na sociedade feirense, demonstrando que além do ensino, também desenvolve trabalhos de alta qualidade nas áreas de pesquisa e extensão”, destaca o professor. 

Palestrantes

Júnior Mascarenhas é empreendedor, programador e palestrante. Possui dez anos de experiência no setor de infraestrutura em nuvem e Cloud Computing. É fundador e CEO da AbsamHost, co-fundador da Vaivo, co-fundador do Coworking Club4Work, co-fundador do Santana Valley.

Diego Freire, por sua vez, é fundador e CEO da Huggy, uma empresa de atendimento digital que disponibiliza os principais canais de comunicação em uma só plataforma com três camadas de atendimento: automática, inteligente e humanizada.

Link

31 Outubro
MATÉRIA
Startup: Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação’ é tema de Seminário
Por Alexsandro Morais

Por Lana Mattos

“Startup: Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação” será o tema do II Seminário de Iniciação Científica (SEMIC), que acontece na próxima quarta-feira (1°), na UNINASSAU - Faculdade Maurício de Nassau de Feira de Santana. O evento vai contar com as palestras Startup e Inovação, apresentada por Júnior Mascarenhas e Inovação e Desenvolvimento, ministrada por Diego Freire.

Organizado pelos professores Luís Oscar Silva Martins e Isabel das Mercês Costa, o II SEMIC é aberto à comunidade e vai acontecer das 19h às 22h. Além das palestras, haverá mostra de trabalhos científicos desenvolvidos pelos alunos dos cursos de Administração, Logística e Ciências Contábeis da unidade.

Confira a matéria completa

24 Agosto
MATÉRIA
Biossensores na medicina
Por Tiago Davila

Avanços recentes no campo da biologia molecular estão ampliando as possibilidades de uso de biossensores no diagnóstico e na prevenção de doenças. Desenvolvidos com base em elementos de reconhecimento biológico, como antígenos e anticorpos, esses dispositivos podem se tornar aparelhos portáteis e baratos, semelhantes aos utilizados na medição das taxas de glicose no sangue. Amplamente usados em outros países, os biossensores atraem cada vez mais a atenção de grupos de pesquisa brasileiros, que nos últimos anos passaram a investir em dispositivos voltados especificamente para a detecção de doenças infecciosas negligenciadas, associadas à pobreza e à falta de saneamento básico. É o caso dos pesquisadores do Grupo de Nanomedicina e Nanotoxicologia do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP). Desde 2010 eles trabalham no desenvolvimento de um conjunto de sensores capazes de identificar sinais de doenças diversas. Caso se mostrem eficazes nos próximos estágios de avaliação, esses aparelhos podem se tornar uma alternativa aos exames realizados em laboratórios de análises clínicas e ser usados em consultórios médicos ou por agentes de saúde em visitas às residências de pessoas que vivem em regiões remotas do país.

Nos Estados Unidos, os biossensores há algum tempo estão sendo usados por médicos para acelerar os resultados de exames ou no monitoramento das condições de saúde de indivíduos acometidos por doenças como Aids e hepatite C. Em outras situações, ajudam a medir os níveis de oxigênio ou álcool no sangue, como no caso de um biossensor flexível criado por pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego. Também os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) daquele país investem em pesquisas para a concepção de biossensores médicos baseados em sistemas diversos, seja de atração química, correntes elétricas, detecção de luz, entre outros.

Confira a matéria completa.

 

29 Julho
DIVULGAÇÃO
Confira o resultado do processo seletivo de pesquisa e extensão
Por Giane Dantas

A coordenadora Giane Dantas de Macêdo Freitas, do curso de Fisioterapia da Faculdade UNINASSAU João Pessoa, no uso de suas atribuições e de acordo com o disposto no inciso II do art. 8º da Portaria Nº 36/2005 desta Faculdade, divulga o Resultado do Processo Seletivo de Pesquisa e Extensão do ano de 2017.

25 Julho
MATÉRIA
Praticar a atenção pode ajudar você a aprender uma nova tarefa
Por Valdineide Barreto

São Paulo – Cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, revelaram que a prática pode levar, sim, à perfeição quando o assunto é aprender algo novo. Em um estudo, publicado no jornal PLOS Biology, eles comprovaram que praticar o ato de “prestar atenção” pode aumentar o desempenho em uma nova tarefa.

Confira a matéria completa aqui.

19 Julho
MATÉRIA
PrEP no SUS: o que esperar do novo método de prevenção ao HIV?
Por Tiago Davila

O SUS está diante de um novo desafio na prevenção ao HIV/Aids: incorporar o medicamento utilizado na pré-exposição ao vírus, que começa a ser oferecido na rede pública para populações consideradas sob maior risco de contrair o HIV. O método conhecido como Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) consiste no uso diário de um medicamento antirretroviral - o Truvada - para prevenir a infecção pelo vírus. Para entender o impacto que esta nova estratégia terá na política de prevenção à Aids no Brasil, a revista Radis da Fiocruz conversou com alguns especialistas e ativistas dedicados ao tema, que apontam que a adoção da PrEP no SUS é um passo importante, mas que ainda precisa ser expandido para toda a população.

Confira a matéria completa aqui.

11 Julho
ESTUDO
Há ciência por trás dos cremes dermatológicos? Sim, e muita!
Por Ivana Santos

A experiência sensorial de bem-estar de passar na pele os cremes prescritos pelo dermatologista é, sem dúvida alguma, uma das grandes características relacionadas ao conceito da prática profissional desse profissional da saúde. Embora seja uma prática que pode estar atrelada, também, a um conceito da sociedade de “glamourização” desse profissional, um dado relevante, e pouco conhecido pelo público geral, é de que, por trás daquele pote, há uma indústria milionária de pesquisa científica.

Confira a matéria completa aqui.

Páginas