Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
05 Junho
MATÉRIA
Plano de Marketing Para o Setor Veterinário
Por Sebastiao Lima

Muitos profissionais do setor veterinário têm dificuldade de implantar um plano estratégico de marketing em seus consultórios e clinicas, ao mesmo tempo em que imaginam que este tipo de plano é muito complicado para ser executado. Acreditam que demanda grande investimento financeiro, intenso treinamento de pessoal e outros recursos acima das possibilidades de seu negócio.

Para elaborar um plano completo, tendo em vista a realidade média do setor, cada profissional ou clinica deverá fazer as adaptações necessárias ao seu contexto particular. Para este fim, os principais aspectos fundamentais que precisam estar presentes em qualquer plano de marketing, dentro do previsto no código de ética do setor.  Confira os principais pontos a serem trabalhados no link.

06 Fevereiro
CAPACITA
Unidade sedia segunda edição do Capacita no dia 21 de fevereiro
Por Alex Santos

No próximo dia 21 de fevereiro, a unidade realizará, a partir das 14h, uma palestra sobre Estética Animal, cujo tema abordará as intercorrências médico veterinárias mais comuns durante o banho e tosa de cães e gatos.

O evento ocorrerá no campus Pituba, localizada na rua dos Maçons, 364. O palestrante é o Prof Carlos Henrique Costa de Almeida Júnior com ampla experiência na área. As inscrições estão abertas na página da Nassau. 

Outras informações: medicinaveterinaria.ssa@mauriciodenassau.edu.br

 

 

 

06 Fevereiro
CAPACITA
Unidade sedia segunda edição do Capacita em Medicina Veterinária
Por Alex Santos

No próximo dia 21 deste mês, a unidade sediará, a partir das 14h, uma palestra sobre Visão Geral da Imunologia e Sua Aplicação na Clínica Veterinária, cujo tema abordará os eventos da resposta imune durante uma infecção e como resultados laboratoriais  hematológicos auxiliam no diagnóstico .

O evento ocorrerá no campus PITUBA, localizada à RUA DOS MARÇONS, 364. O palestrante é a Profª Drª Rosalina Guedes que conta com 15 anos de experiência na área. As inscrições estão abertas na página da Nassau. 

Outras informações, podem ser solicitadas pelo e mail: medicinaveterinaria.ssa@mauriciodenassau.edu.br

 

 

04 Janeiro
MATÉRIA
Pets precisam de cuidados na estação mais quente do ano
Por Alex Santos

Com a chegada do verão, época em que todo mundo está disposto a curtir sol, água de coco e praia, todo cuidado é pouco com os pets. O coordenador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade UNINASSAU Pituba, Alex Barbosa, explica quais são os cuidados que se deve ter com os animais de estimação na época mais quente do ano. Segundo o médico veterinário, períodos quentes e úmidos são os mais favoráveis para infestação por ectoparasitas em animais domésticos de companhia. No entanto, não há uma sazonaliadade específica, "podendo ocorrer durante todo o ano". O doutor ainda alerta, pois,  “como estamos na época do verão, a umidade e o calor são mais favoráveis para a infestação dos ectoparasitas, e os donos também contribuem pois trazem esses nos calçados e vestimentas”, explica.

Confira a matéria completa no site do Leia Já.

 

28 Dezembro
MATÉRIA
Síntese da História da Medicina Veterinária
Por Alex Santos

O exercício da "ars veterinária" confunde-se com os primórdios da civilização humana e sua antiguidade pode ser referenciada a partir do próprio processo de domesticação dos animais.

O "Papiro de Kahoun", encontrado no Egito em 1890, descreve fatos relacionados a arte de curar animais ocorridos há 4000 anos a.C., indicando procedimentos de diagnóstico, prognóstico, sintomas e tratamento de doenças de diversas espécies animais. A memória histórica também permite inferir que a Medicina animal era praticada 2000 anos a.C. em certas regiões da Ásia e da África, do Egito à Índia Oriental.

Especial menção merecem os códigos de ESHN UNNA (1900 AC) e de HAMMURABI(1700 AC), originários da Babilônia, capital da antiga Mesopotâmia, onde são registrados referências à remuneração e às responsabilidades atribuídas aos "Médicos dos Animais".

 

Confira a matéria completa.

21 Junho
EXTENSÃO
Alunos participam de curso de palpação em vacas de leite
Por artur.fernandes

O grupo de Estudo em Ruminantes da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau realizou, na última semana, o curso de palpação em vacas de leite, no Município de Agua Preta, na Fazenda Cruz de Malta. Na oportunindade, alunos de diferentes períodos aproveitaram o projeto para conhecer a se aprofundar em uma importante área de atução do veterinário do campo. Na atividade, acompanharam os alunos, os Profs. Dr. Wagner Mckleyton, Prof. Dr. Artur Fernandes e Prof. Msc. Felipie Rosendo.

Confira a galeria de fotos abaixo:

14 Junho
EVENTO
II VetSaber UNINASSAU terá transmissão ao vivo
Por artur.fernandes

A parceria entre o curso de Medicina Veterinária da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau e o FOCUS Diagnóstico Veterinário apresenta a segunda edição do ciclo de palestras Vet Saber. As atividades serão realizadas na próxima sexta-feira (16) às 19h, no auditório Capiba, Bloco C da instituição.

Além de grandes palestras de temas como "Empreendedorismo", "Anestesia", "Toxicologia e Intensivismo na Medicina Veterinária", a segunda edição do evento contará com a novidade para quem se encontra fora da cidade ou não pode estar presente no vento. O mesmo será transmitico ao vivo pela página do Facebook na UNINASSAU.

24 Maio
Atividade
Curso de Medicina Veterinária realiza ação de extensão em Limoeiro
Por artur.fernandes

Nos dias 17 e 18 de abril, alunos e professores do curso de medicina veterinária realizaram mais uma ação de extensão na Fazenda Primavera, em Limoeiro. Na ocasião, acompanhados dos professores Helio Vasco (Clínica de equinos), Wagner Mcklayton (Semiologia veterinária), Felipe Rosendo (Doenças, carênciais metabólicas e intoxicação de ruminantes), Thyza Fernandes (Farmacologia), Joyci Torres (Inspeção e tecnologia do leite) e Artur Fernandes (Clínica Médica dos Ruminantes) os alunos tiveram a oportunidade de desfrutar de um rico momento de interdisciplinaridade envolvendo diferentes áreas de importância na medicina veterinária de animais de produção. Momentos estes que tem se tornado comum nas atividades práticas de nossos alunos. Desta forma os alunos do curso de medicina veterinária da UNINASSAU difereciam-se ao desfrutar de um modelo de ensino que os leva a pensar nas questões da medicina veterinária como um todo e sobre uma ótica mais ampla e menos pragmática.

14 Março
Reconhecimento
Curso de Medicina Veterinária da UNINASSAU é destaque no RUF 2016
Por artur.fernandes

Engana-se quem pensa que o médico veterinário cuida, apenas, de cachorros e gatos, os pets - aqueles animais que criamos dentro de casa. A atuação deste profissional vai muito além. Com o seu trabalho, em diversos setores, ele trata mesmo é de saúde humana. Através do cuidado ao animal e, outras funções relacionadas a este segmento, o veterinário cuida de questões que resultam em uma melhor qualidade de vida, manutenção do meio ambiente e saúde pública. 
 
O curso de medicina veterinária da UNINASSAU recebeu, recentemente, o título de melhor de Pernambuco pelo Ranking Universitário Folha 2016 (RUF). A premiação foi comemorada pelo coordenador, Artur César Fernandes: "É o resultado de um trabalho que estamos desenvolvendo e é um estímulo para continuarmos oferecendo o melhor para nossos alunos". Artur conta que a estrutura que dispõe para formar futuros médicos veterinários é muito satisfatória, com equipamentos voltados para o desenvolvimento das atividades, como manequins que simulam animais, e parcerias com clínicas que disponibilizam exames específicos - alguns especiais como tomografia. Além disso, a grade curricular conta com matérias que não são encontradas em outras instituições como 'Saúde e manejo dos animais silvestres' e 'Inspeção de mel, ovos e pescado', sendo um diferencial para o alunado. 
 
Para continuar lendo a matéria clique no link. 

08 Março
Recife
Professores e alunos da Medicina Veterinária realizam diagnóstico de esporotricos na UNINASSAU
Por artur.fernandes

A esporotricose é uma infecção micótica subcutânea piogranulomatosa, causada pelo complexo Sporothrix schenckii, fungo geofílico, dimórfico, que se apresenta na forma micelial, entre 25° e 30°C e na forma parasitária, a 37°C, como levedura. Acomete grande variedade de animais incluindo o homem. Possui ampla distribuição mundial, mas desenvolve-se melhor em locais de clima quente e úmido. A evolução clínica mais comum em humanos é a cutânea localizada ou fixa. Podendo progredir para a forma cutânea disseminada e/ou extracutânea, constituindo formas mais raras da doença. Em animais, a enfermidade é mais agressiva, cursando de forma sistêmica. Neste sentido, observa-se a necessidade de ações emergenciais de educação em saúde visando alertar a sociedade quanto as principais formas de transmissão, controle e tratamento desta zoonose, devido à disseminação rápida no estado de Pernambuco. O primeiro diagnóstico citopatológico (triagem) de esporotricose da UNINASSAU ocorreu no laboratório de Microbiologia, campus Graças, Recife-PE, obtido a partir da coleta de amostras de infiltrado inflamatório com auxílio de suabes, em lesões cutâneas de um felino com suspeita da doença.  Em seguida, as amostras foram cultivadas em meio ágar Sabouraud® e ágar sangue, incubados em temperatura ambiente e em estufa a 35° C, respectivamente, para obtenção do diagnóstico microbiológico (confirmatório).

 

Melo KR¹, Bertoldo JS1, Lima MS1 , Siqueira MG2, d’Paula JT2, Coutinho LCA2

1  Alunas de Medicina veterinária UNINASSAU

2 Profs. Faculdade Maurício de Nassau

Páginas