Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
15 Maio
DEBATE
Abuso Sexual Infantil é tema de debate
Por Gissele Christine

O curso de Pedagogia da Faculdade UNINASSAU BELÉM discutirá no próximo dia 18 de maio (sexta-feira), o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. O evento tem como objetivo mobilizar e conscientizar a comunidade acadêmica e a sociedade para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. A data do evento foi marcada em alusão ao Dia Nacional de combate ao Abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Pensar nesta data é muito importante pois a melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral, e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco, e o acompanhamento da vítima e do agressor. Apenas no ano de 2014 foram registradas 24.575 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no Brasil. Desses casos, 19.165 foram de abuso e 5.410 de exploração sexual infantil. Apesar de ser um tabu, esse assunto deve, sim, ser discutido nas escolas.

A descoberta da sexualidade, intrínseca ao ser humano, acontece justamente no período que contempla a infância e a adolescência, ou seja, fase da vida em que estamos em pleno processo educacional.O tema não pode ser ignorado pela escola e está contemplado nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) como um assunto que deve ser trabalhado de forma transversal e interdisciplinar durante toda a Educação Básica, assim como ética e meio ambiente. 

Data: 18/05/2018

Local: Auditorio Do 1 ºandar do Bloco Quintino

Inscrições através do site

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19 Abril
ATIVIDADE
Professores de Direito esclarecem dúvidas a respeito da penhora de salário
Por Maria Calado

por Rayane de Paula, monitora WebTV UNINASSAU

O programa Comunica Web da segunda-feira (16/04/2018), trouxe como tema: “Novidades sobre a penhora de salário para o pagamento de dívidas não-alimentares no novo Código de Processo Civil”. O termo pode ate parecer complicado para alguns, porém esta bem presente no nosso cotidiano.

Tanto o antigo Código de Processo Civil, que vigorou até março de 2016, quanto o diploma que está atualmente em vigor (CPC/2015), estabelecem como impenhorável o salário do sujeito que é devedor. Ou seja, o devedor não poderá ter seu salário penhorado para saldar dívidas, pelo menos em regra, porque há divergencias.

Para  debater sobre o assunto, Luís Boaventura, professor de Comunicação e apresentador do programa, recebeu Fábio Porto Esteves Mestre em Direito do trabalho, Rosalina Freitas Doutora em Direito, ambos professores do curso de Direito a Uninassau, e Patrícia Freire Doutoranda e mestre em Direito, Advogada Presidente da comissão de cursos jurídicos da OAB/Jaboatão dos Guararapes/PE.

  "O código de processo civil vai regulamentar esse passo a passo para que o juiz possa chegar a uma decisão e dê o direito a quem ele entende, pelas provas, que tem razão” disse Rosalina Freitas.

  A penhora nada mais é do que a apreensão judicial dos bens do devedor com o propósito de garantir o pagamento de uma dívida. Os bens serão retirados da posse do devedor para garantir a execução do débito. Porém existe algumas exceções, segundo Fábio Porto "O salário é a contra prestação do serviço, seja ele físico ou mental, ele precisa ser remunerado. Naturalmente possui natureza alimentar, é através do salário que o trabalhador garante a sua subsistência mais a existência da sua família, que são as pessoas que dependem dele. Por isso existe a necessidade de proteger o salário, e por isso existe essa discussão sobre a possibilidade ou não de se penhorar o salário."

 Patrícia Freire enfatiza que "apesar do código deixar claro a sua intenção vem a jurisprudência e começa a flexibilizar a lei dando interpretações, só que acabam sendo tanto que equivocadas, porque o código é bastante claro, o salário é impenhorável mas existe duas exceções. Mas o tribunal começa a flexibilizar e isso acaba trazendo uma certa insegurança, como se o processo acabasse virando uma roleta russa."

Se você quiser entender mais sobre o assunto, é só clicar no link a seguir para assistir na integra o programa. A WebTV UNINASSAU é um projeto de extensão dos cursos de Comunicação Social da IES. Todas as segundas e quartas-feiras são promovidas conversas sobre diversos temas com especialistas de diferentes áreas. É ao vivo, na página da UNINASSAU no Facebook a partir das 17h.


 

17 Abril
EVENTO
Debates com os presidenciáveis - CEO da Riachuelo Flávio Rocha
Por Lenira de Melo

Prezados alunos,
 
O Instituto Ser Educacional em Parceria com a AJE (Associação de Jovens Empresários) está articulando a atração e realização de debates com os presidenciáveis na sede das nossas IES.
 
A primeira IES a receber esta série de debates será a UNINASSAU Recife. O evento acontecerá no auditório Roque de Brito Alves, no Bloco B, dia 19 de abril, às 19h.
 
O encontro será com o CEO da Riachuelo Flávio Rocha. Segue abaixo:
 
 
 

07 Abril
EVENTO
Alunos participam de evento "Alma não tem cor"
Por Barbara Alves

O Curso de Bacharelado em Administração, promoveu nesta manhã de sábado, 07/04/2018, o Café com Palestra sobre Preconceito Racial. O evento que faz parte do programa de Responsabilidade Social da Uninassau, foi marcado por um debate rico e reflexivo sobre esta temática tão latente e importante.

O dia do Preconceito Racial é lembrado em 21 de março, e o Curso de Administração não podia deixar de fazer alusão ao tema. Os alunos e professores marcaram presença no evento. A palestra foi proferida pelos palestrantes: Profa. Núbia Pinto (UNEB), Prof. Amilton Castro (UNINASSAU) e Profa. Marta Moreira (UNINASSAU).

A Coordenação do Curso de Administração, organizadora do evento, agradece aos alunos, que participaram ativamente do debate, dos professores parceiros Prof. Antônio Carlos Sanches, Profa. Marta Moreira e Prof. Vinícius Gonçalves que direta e indiretamente contribuiram com o evento.

23 Março
DEBATE
Unidade sedia debate sobre o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial
Por Ana Carolina

O Dia Internacional contra a Discriminação Racial é celebrado anualmente em 21 de março. Esta é uma importante data que reforça a luta contra o preconceito racial em todo o mundo.
 
A luta contra a discriminação racial só começou a se intensificar no Brasil após a Constituição Federal de 1988, que incluía o crime de racismo como inafiançável e imprescritível. A eliminação de qualquer tipo de discriminação é um dos pontos centrais da Declaração Universal das Nações Unidas:
 
“Discriminação Racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência, origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e exercício, em bases de igualdade, aos direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública” (Artigo I da Declaração das Nações Unidas sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial).
 
O Curso de Serviço Social da Faculdade Uninasau-Aliança irá realizar um debate, em dois momentos, no dia 27 de março do decorrente ano.

07 Março
DEBATE
Justiça Social é tema de palestra para alunos de Serviço Social
Por michelli.barbosa

Nesta quarta-feira (7), os alunos de Serviço Social da unidade Recife poderão conferir uma palestra sobre Justiça Social, promovida no Bloco E, sala 110, às 19h. A professora Dra Raquel Falcão irá ministrar o debate.

05 Março
EVENTO
Ciclo de debates celebra Dia Internacional da Mulher
Por Andreia Philipp

 
O Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da UNINASSAU - Centro Universitário Mauricio de Nassau promove, na próxima quinta-feira (08), uma série de debates em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.
 
A discussão sobre “O reflexo da equiparação entre cônjuge e companheiro na sucessão” será feita pela advogada orientadora da disciplina de Estágio Supervisionado III Família, Ana Carla Berenguer, das 13h às 15h e das 16h às 18h, no NPJ, localizado na rua Joaquim Nabuco, 547, bairro das Graças. A ideia é analisar a evolução doutrinária e jurisprudencial do tratamento jurídico conferido às mulheres nas relações sucessórias, além de contextualizar social e historicamente o papel da mulher nas relações familiares.
 

 

28 Novembro
DEBATE
Dia Internacional de Combate à violência contra às Mulheres é lembrado com debate
Por Alanna Cristina

No dia 27 de Novembro, a unidade Caruaru promoveu, no auditório, uma mesa redonda em alusão ao Dia Internacional de Combate à Violência Contra às Mulheres. A data do dia 25 de novembro, é especial para o movimento feminista em todo o mundo, pois lembra sobre a importância do tema. E nesse sentido, se torna urgente a proposição de políticas públicas de enfrentamento às desigualdades de gênero, tendo em vista que só haverá uma sociedade emancipada, quando se romperem as estruturas do capitalismo patriarcal, que tão bem se articulam com a dominação étnico-racial e de gênero da sociedade atual. Os cursos de Serviço Social e Psicoligia realizaram uma roda de diálogos com docentes, alunos e vom a convidada Rita de Cássia, primeira delegada da mulher da Cidade de Caruaru. O encontro trouxe a tona o cenário atual, as relações de gênero e o papel da mulher nesse movimento. Estudantes declamaram relatos e teatro, sendo bastante significativo.

22 Novembro
DEBATE
Docentes participam de debate sobre Tecnologia e Inovação
Por Danyllo Wagner

Os professores Danyllo Albuquerque, Morgana Tito, Nilton Silva e o Ver. Lucas Ribeiro, irão participar de um debate sobre o tema "tecnologia e inovação", na rádio Campina FM, no próximo dis 25 deste mês . O debate ocorrerá no programa "Debate integração" e será mediado pelos jornalistas Lenildo Ferreira e Kalilka Vólia. Durante a realização do debate, diversos ouvintes da rainha da borborema poderão participar efetivamente com perguntas e comentários a respeito da temática em questão. Contribua com seus questionamentos.

18 Novembro
DEBATE
Discentes participam de debate sobre células tronco-embrionárias
Por Andreza Silvia

No dia 10 de novembro, acadêmicos de Enfermagem 2º período e Farmácia 4º período participaram de um debate em sala de aula, na unidade Manaus. O tema do debate foi 'Direito à Vida o uso de Células Tronco-Embrionárias', o debate foi mediado pela Dra. em Genética Fernanda Soares, que é docente da instituição. O assunto foi pertinente, pois a temática aborda algo polêmico em torno da permissão ou proibição da pesquisa com células-tronco embrionárias freqüentemente são empregados argumentos que apelam a considerações sobre direitos. Os alunos tiveram oportunidade de ouvir um breve resumo da temática e depois puderam expor suas opniões, o debate foi muito proveitoso, a mediadora dividiu a sala em dois grupos, os que defendiam o uso de embriões em pesquisa e os que eram contra o uso.

 

 

Páginas