Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
22 Setembro
Salvador
Zika pode lesar o cérebro de bebês mesmo no fim da gestação
Por Mari Frazão

Um estudo brasileiro publicado na revista Clinical Infectious Diseases revelou que a infecção de gestantes pelo vírus Zika pode representar um risco para o desenvolvimento neurológico dos bebês mesmo quando ocorre poucos dias antes do nascimento.
 
“Predominava, até então, o paradigma de que a infecção seria preocupante somente se ocorresse no primeiro trimestre da gestação. No entanto, observamos danos cerebrais em quatro crianças cujas mães foram infectadas faltando entre duas e uma semana para o parto”, afirmou Maurício Lacerda Nogueira, professor da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) e integrante da Rede de Pesquisa sobre Zika Vírus em São Paulo (Rede Zika).
 
Com apoio da FAPESP, um grupo de 55 mulheres com diagnóstico confirmado de Zika durante a gestação – por meio de testes moleculares do tipo PCR em tempo real – tem sido acompanhado no Hospital de Base de São José do Rio Preto, interior de São Paulo. À medida que os bebês estão nascendo, também estão sendo submetidos a exames detalhados.
 
Em quatro das crianças expostas ao patógeno no último trimestre de desenvolvimento, exames de imagem revelaram a presença de lesões no sistema nervoso central características de infecções congênitas por vírus. Além disso, no momento do nascimento, foi possível detectar o Zika ainda ativo na urina e no sangue dos bebês – o que confirma ter havido transmissão vertical (da mãe para o feto) do vírus. Dois desses casos foram relatados no artigo.
 
“Esses bebês nasceram com peso e altura normal, não tinham microcefalia ou qualquer outro sintoma da doença. As lesões teriam passado despercebidas pelos profissionais de saúde se as mães não fizessem parte de um grupo de estudo”, comentou Nogueira.
 
Segundo o pesquisador, o tipo de lesão observada – como, por exemplo, a vasculopatia lentículo-estriada (estrias ou manchas visíveis por meio de ultrassom) – não está associado a manifestações graves em outras situações previamente estudadas. Porém, as implicações no desenvolvimento neurocognitivo dessas crianças infectadas pelo Zika ainda são desconhecidas.
 
“Agora, pretendemos acompanhar o desenvolvimento dos bebês durante alguns anos e observar se haverá algum prejuízo. Essa descoberta revela mais um espectro da doença e a torna ainda mais complexa. Não existem apenas os casos dramáticos de microcefalia, mas também outras manifestações menos graves, que precisam ainda ser melhor compreendidas”, disse Nogueira.
 
Zika em transplantados
Em outro artigo publicado por pesquisadores da Famerp no American Journal of Transplantation, foram descritas – pela primeira vez no mundo – as manifestações do vírus Zika em pacientes submetidos previamente a transplante de órgãos. O estudo também foi coordenado por Nogueira no âmbito da Rede Zika.
 
Como explicou o pesquisador, esses pacientes fazem uso contínuo de drogas imunossupressoras para evitar que o tecido doado seja rejeitado pelo organismo. Isso torna qualquer quadro infeccioso mais delicado e aumenta o risco de complicações.
 
“Como São José do Rio Preto é um dos maiores centros transplantadores do interior, e também um grande foco de dengue, temos feito há alguns anos o acompanhamento detalhado dos receptores de órgãos que manifestam sintomas de doença febril. Quando emergiu a epidemia de Zika, passamos a investigar quais desses casos suspeitos de dengue eram, na verdade, infecções por Zika”, contou.
 
Em dois pacientes que receberam transplantes renal e outros dois submetidos a transplante hepático, o diagnóstico de Zika foi confirmado por testes moleculares feitos no Hospital de Base. Todos tiveram de ser internados e apresentaram quadros que se prolongaram em decorrência de complicações como infecção bacteriana. A boa notícia é que todos sobreviveram.
 
“Esses quatro pacientes transplantados não apresentaram um quadro característico esperado para Zika: manchas vermelhas na pele, coceira e conjuntivite. Na verdade, as manifestações clínicas eram difíceis de serem distinguidas daquelas observadas em pessoas com dengue. Apresentaram redução no nível das plaquetas, por exemplo”, contou Nogueira.
 
Segundo o pesquisador, não houve manifestações mais graves, como a síndrome de Guillain-Barré. “Mas à medida que os casos forem aumentando, esses fenômenos devem ficar mais fáceis de serem detectados”, disse.
 
escrito por Edjacy Lopes

22 Setembro
Recife
Lotação Estágio Supervisionado V – 2º TURMA – Recife/PE
Por Taísa Silveira

Prezados, segue Lotação do Estágio Supervisionado V, 2º turma.
 
Favor ficar ATENTO as observações no final da lotação. Ficha de Frequência e Ficha de Avaliação devem ser entregues no 1º dia de Estágio Supervisionado.
 
Datas e Prazos
 
Período de Troca: 22 a 27 de Setembro de 2016
 
Período de Assinatura de Termo de Compromisso: 04 a 07  de Outubro de 2016
 
 
>> OS DOCUMENTOS AQUI LISTADOS ECONTRAM-SE NA SEÇÃO ANEXOS, LOGO ABAIXO <<
 
DOCUMENTOS
Ficha de Frequência
Ficha de Avaliação
Lotação
 
 

22 Setembro
Caruaru
Encontro de Líderes de Caruaru 2016.2
Por Taísa Silveira

A Nassau convida os representantes de turma da instituição para o Encontro de Líderes de Caruaru. Confira mais informações no flyer abaixo ou na coordenação de seu curso. 

22 Setembro
Campina Grande
Resultado da Avaliação Institucional já está disponível
Por Mari Frazão

Já está disponível no Blog da CPA, o resultado da Avaliação Institucional, período 2016.1. A participação dos alunos da unidade Campina Grande foi fundamental para a força das informaçãos obtidas neste processo. A comissão fará os planos de ação necessários para a melhoria do desempenho dos pontos negativos levantados pelos alunos. Para acessar as informações, basta entrar no link.
 

22 Setembro
Parnaíba
Centro Acadêmico de Farmácia é apresentado à comunidade acadêmica na Semana do Farmacêutico
Por Taísa Silveira

No dia 22 de setembro, foi o momento de apresentar o centro acadêmico de farmácia Dr. Raul Bacellar e prestar uma homenagem a este farmacêutico que fez história na cidade de Parnaíba, atendendo aos mais carentes, cuidando, manipulando fórmulas acolhendo os pacientes.
 
Em seguida, assistimos a palestra da farmacêutica Margarete Akemi Kishi sobre “Prescrição de Fitoterápicos e Homeopáticos”.
 
Estiveram presentes o Presidente do Conselho Regional de Farmácia, Dr. Renato Bacellar, filho do Dr. Raul Bacellar, os professores Mário Abel e Francisco Fortes do curso de Farmácia, farmacêuticos, residentes e acadêmicos da área.
 
Confira as fotos:
 

22 Setembro
Parnaíba
"Farmacêuticos em Ação" realizaram atendimento na Praça da Graça
Por Taísa Silveira

 
Dia 22, foi intitulado “Farmacêuticos em Ação” e os alunos estiveram na Praça da Graça, Centro de Parnaíba, que unidos ao Conselho Regional de Farmácia, a Faculdade Maurício de Nassau, Drogaria Globo e Farmafórmula realizaram ações conjuntas.
 
Na ocasião foram realizados a verificação de PA e glicemia, distribuídos preservativos e lubrificantes através do apoio da Secretaria de Saúde de Parnaíba, além de terem sido dadas orientações sobre o perigo da automedicação, a forma correta para o descarte de medicamentos e as formas de transmissão do zika vírus.
 
Confira as fotos:
 
 
 

22 Setembro
Recife
I Simpósio de Farmácia: Carreira e Mercado de Trabalho, acontece em Recife
Por Taísa Silveira

A UNIPHARM Consultoria Farmacêutica Júnior, promoverá o evento em questão com o intuito de transmitir conhecimento aos estudantes de Farmácia, aos profissionais de saúde e pessoas interessadas em conhecer o mercado de atuação do profissional no nosso Estado, através de palestras que trarão; a experiência de profissionais atuantes, desafios de carreira, visão de mercado e informações pertinentes nas diferentes áreas de atuação farmacêutica.
 
SERVIÇO
 
Quando: 30
 
Horário: 8H - 18H (com direito a certificado de 8h)
 
Local: Auditório Jorge Lôbo. Avenida Moraes Rego, 1235. Cidade Universitária, Recife – Pernambuco
 
Inscrições : https://doity.com.br/simposio-de-farmacia
 
PROGRAMAÇÃO
 
Sexta 30/09
08:00 – 10:00
Credenciamento
(Auditório Jorge Lôbo)
 
08:00 – 08:30
Cerimônia de Abertura
(Auditório Jorge Lôbo)
 
08:30 – 09:30
O Farmacêutico na Farmácia Comunitária – Dr. Fausto Júnior – Farmácia Avenida
(Auditório Jorge Lôbo )
 
09:30 – 10:30
O Farmacêutico na Farmácia Hospitalar – Dra. Rosângela Camelo – Hapvida
(Auditório Jorge Lôbo)
 
10:30 – 11:00
Coffee Break
(Auditório Jorge Lôbo)
 
11:00 – 12:00
O Farmacêutico na Farmácia Magistral – Dra. Leila Bastos
(Auditório Jorge Lôbo)
 
12:00 – 13:00
Almoço
(Arredores do Campus Universitário)
 
13:00 – 14:00
Farmacêutico na Indústria – MSc. Francimary Guedes
(Auditório Jorge Lôbo)
 
14:00 – 15:00
O Farmacêutico Empreendedor – Horison Lopes – ICTQ
(Auditório Jorge Lôbo)
 
15:30 – 16:30
O Farmacêutico Bioquímico – Chefas Guedes – Laboratório CIAC
(Auditório Jorge Lôbo)
 
16:30 – 17:30
O Farmacêutico como Perito Criminal – Valéria Espíndola – Perita Criminal Federal
(Auditório Jorge Lôbo)
 
17:30 – 18:00
Cerimônia de Encerramento
(Auditório Jorge Lôbo)
 
 
 
 
 

22 Setembro
Recife
Estágio Supervisionado III
Por Taísa Silveira

A partir de hoje (22) até segunda-feira dia 26/09, os Termos de Compromisso da 2ª turma do Laboratório Escola, podem ser assinados na recepção da Gerência de Estágio.

22 Setembro
Teresina
Mostra Campus 2016
Por Taísa Silveira

Os discentes do curso de Biomedicina da Unidade Aliança participaram da 2° edição do Mostra Campus.
 
O evento é idealizado pelo grupo Mauricio de Nassau e tem o intuito de apresentar aos alunos de ensino médio os cursos oferecidas pelas Faculdades Mauricio de Nassau. No evento os estudantes ainda poderão realizar o teste vocacional, visitar os stands de diversos cursos, participar de jogos e etc.
 
Os alunos de Biomedicina realizaram um trabalho fantástico no stand do curso de Biomedicina, demonstrando as oportunidades do profissional e áreas de atuação.
 
Agradecemos ainda a parceria dos professores Gustavo Cardoso e Tacyana Pires
 
Parabéns a todas e todos pelo evento!
 
Confiram as fotos:
 

22 Setembro
Salvador
Alunos de Biomedicina do campus da Pituba em Salvador fazem apresentação de trabalhos na conclusão da disciplina Hemoterapia e Banco de Sangue
Por Taísa Silveira

Aconteceu hoje, dia 22 de setembro de 2016, no salão de entrada da Faculdade Maurício de Nassau, Campus Pituba uma apresentação de Banners da disciplina Hemoterapia e Banco de Sangue, uma produção dos alunos do Professor Samuel Badaró, do curso de Biomedicina com os temas:
 
Hemoterapia e importância da doação
Uso do concentrado de hemácias
Hemoterapia, uso do concentrado de plaquetas
Uso do plasma fresco congelado (PFC) e crioprecipitado (CRIO)
 
Confira as fotos: