Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
08 Março
Manaus
Neste 8 de Março, a Enfermagem vai à luta
Por Andreza Silvia

Neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Enfermagem vai à luta. A desigualdade de gênero afeta particularmente a profissão, predominantemente feminina, com 84,6% de mulheres. Na pauta dos movimentos, além das bandeiras históricas, como a luta pelo fim da violência contra a mulher e a igualdade salarial, a resistência à Reforma da Previdência também ganha destaque em todo o Brasil.

Neste mês de março, conversamos com as deputadas estaduais Enfermeira Rejane (PC do B – RJ) e Goretti Reis (PMDB – SE) sobre representatividade política, dupla jornada e, claro, a regulamentação da jornada em 30h semanais.

A Enfermagem está cansada. Segundo dados da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil (Cofen/Fiocruz), 66% relatam desgaste profissional. A regulamentação da jornada beneficiaria especialmente as mulheres, que cumprem duplas e, às vezes, triplas jornadas entre a casa e os trabalhos. As mulheres brasileiras dedicam, em média, 26,6 horas semanais dedicadas aos serviços de casa, enquanto os homens gastam 10,5 horas, conforme dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Representatividade importa – As mulheres são mais da metade do eleitorado (51,7%), mas ocupam apenas 9% dos assentos na Câmara dos Deputados e 13% no Senado. No ranking que avalia a participação política feminina em 190 países, preparado pela União Interparlamentar em 2016, o Brasil ocupa 153º lugar, atrás de nações como Afeganistão. Os números brasileiros são ainda inferiores aos da média do Oriente Médio, com uma taxa de participação feminina de 16%.

A sub-representação no Poder Legislativo se mantém mesmo depois da aprovação da Lei 9.100, que determina percentuais mínimos de candidaturas femininas.”A igualdade de gênero na política ainda é um sonho distante no Brasil e os mecanismos desenvolvidos pelo poder público para efetivar essa igualdade não tem ofertado os resultados desejados”, afirma a deputada Goretti Reis (PMDB), lembrando que a própria lei de cotas , mesmo depois de reformas, não pune de forma contundente os partidos que não respeitam a porcentagem mínima de mulheres nas chapas eleitorais

Para deputada Enfermeira Rejane (PC do B – RJ), “a Lei Eleitoral representou um avanço, mas são necessárias mudanças estruturais”. “Nós, mulheres, não podemos ser apenas uma composição para a nominata. Temos de ter cota e financiamento de campanha específicos. A reforma política é essencial para permitir a igualdade de acesso das mulheres à liderança e à participação na governança. O que garantiria legislações em prol dos direitos sexuais, reprodutivos, cultura, mídia, direito à terra e moradia, saúde e trabalho, entre outras”, afirmou a deputada, em entrevista ao Portal Cofen.

Jornada de trabalho – O PL 2295/00, que fixa em 30 horas semanais a jornada de trabalho da Enfermagem, aguarda votação na Câmara dos Deputados desde 2009, a despeito da mobilização dos conselhos, entidades de classe e profissionais. O descaso com o projeto, mais pedido do Disque-Câmara em 2015, é fruto desta subrepresentação política da Enfermagem. “Precisamos estar unidos para essa conquista”, afirma Goretti Reis.

No Rio de Janeiro, legislação estadual assegura a jornada de 30h para os profissionais de Enfermagem do setor público, mas Rejane avalia que houve um recuo. “[A luta pelas 30h] está desarticulada em conseqüência da atual situação do País e no Rio de Janeiro. Não há clima político e as lutas dos trabalhadores não são prioridade para os atuais governantes”, afirmou. Para a deputada, “o fato de não haver mulheres compondo postos-chaves no atual governo enfraquece a luta contra o desmonte das políticas públicas e pela igualdade de gênero”.

Reforma da Previdência – As mulheres são mais prejudicadas que os homens pela Reforma da Previdência, proposta pelo governo Temer. A proposta prevê idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e mulheres, desconsiderando a diferença na jornada doméstica, que muitas vezes implica interrupção temporária do trabalho assalariado pela mulheres. A Reforma Previdenciária aumenta, ainda, de 15 para 25 anos, o tempo mínimo de contribuição para aposentadoria por idade, o que ameaça principalmente a aposentadoria das trabalhadoras de baixa renda.

FONTE: http://www.cofen.gov.br/neste-8-de-marco-a-enfermagem-vai-a-luta_49732.html

08 Março
João Pessoa
AULA SHOW DE QUÍMICA
Por Juliana Carreiro

Prezados alunos, 

Dia 15/03 às 14h00 (sala a confirmar) na Faculdade Maurício de Nassau teremos uma AULA SHOW sobre os fundamentos da Química Geral com a professora Dra Karina Pacheco.

A Química geral  é de grande importância e se transforma em grande diferencial na vida acadêmica tanto de alunos de farmácia como biomedicina.

Carga horária; 3h.

 

Aguardo todos.

 

Tags: 
08 Março
João Pessoa
DIA INTERNACIONAL DA MULHER
Por Thalita Christina

"EU SOU AQUELA MULHER QUE FEZ A ESCALADA DA MONTANHA DA VIDA REMOVENDO PEDRAS E PLANTANDO FLORES" (CORA CORALINA)

Essa frase reflete o esforço das nossas alunas no dia a dia, onde divide a função de mãe, esposa, estudante e profissional.

FELIZ DIA DA MULHER À TODAS FUTURAS ENGENHEIRAS.

08 Março
Lauro de Freitas
Alunos do curso de Fisioterapia, FMN - Lauro de Freitas farão visita ao CENTRO DE PESQUISAS GONÇALO MONIZ
Por Rafael Reis

Com o objetivo de conhecer microscópios eletrônicos de varredura e transmissão, entender a rotina de processamento de diferentes amostras biológicas e ter contato com as principais pesquisas desenvolvidas no Centro, os alunos do curso de Fisioterapia, FMN Lauro de Freitas, terão a oportunidade de realizar visita técnica ao setor de microscopia eletrônica do Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz para visualizar os principais. O professor Msc. Cássio Santana, doutorando da FIOCRUZ, será o professor responsável pela visita. 

08 Março
Fortaleza
HORÁRIOS DE AVALIAÇÕES - 3º SEMESTRE
Por Paulo Lima

Prezados,

Seguem os horários de avaliação das turmas de 3º semestre das Engenharias Fortaleza.

Tags: 
08 Março
João Pessoa
[FALTA TEXTO] DIA INTERNACIONAL DA MULHER
Por Thalita Christina

Cara professora,

o post não pode ser liberado sem texto.

Atenciosamente,

Equipe de Edição e Monitoramento do Blog dos Cursos
 

 

 

PARABÉNS ÀS FUTURAS ENGENHEIRAS DA NASSAU!

08 Março
Caruaru
APLICAÇÃO DE PROVA 2017.1- ENFERMAGEM-CARUARU
Por Franciskelly Pessoa

Prezados, 

Segue em anexo o horário de APLICAÇÃO DE PROVA 2017.1, ENFERMAGEM, Faculdade Maurício de Nassau-CARUARU.

Preparem-se para esse momento tão importante, acredito muito no potencial de vocês!! 

Vamos lá gente, foco no jaleco!!!!! Um abraço.

Tags: 
08 Março
João Pessoa
AULA SHOW DE GASTRONOMIA COM PROFESSOR DA NASSAU NA CAMICADO
Por Thalita Christina

Professor de Gastronomia da NASSAU ministra aula show gratuita

O Chef Filipe Tavares ensina como preparar uma salada de polvo provençal
Assessoria de Comunicação Por: Vanessa Braz 07/03/2017 - 08:31
folder do evento com data e local
A aula show é gratuita e conta com um espaço voltado para a gastronomia

Quem gosta do universo gastronômico precisa ficar atento para as oportunidades de aprender cada vez mais. Uma delas é ter uma aula show o chef e coordenador do curso de Gastronomia da Faculdade Maurício de Nassau João Pessoa, Filipe Tavares. As receitas e dicas serão dadas num evento realizado nesta sexta-feira (10), às 19h, na loja Camicado do Manaíra Shopping.

A aula show é gratuita e conta com um espaço voltado para a gastronomia. “Esta será a segunda vez que participo e o evento costume reunir bastante gente. São oferecidas 30 vagas que é o número que o espaço comporta”, destacou Filipe Tavares. As inscrições podem ser feitas na hora e não é cobrada nenhuma taxa.

Nesta aula show, o chef Filipe Tavares vai ensinar a fazer uma salada de polvo provençal. “É uma homenagem a cozinha mediterrânea, com polvo, pimentões coloridos, cebola, manjericão e outros ingredientes. Todos os alunos recebem a receita por escrito e no final ainda podem degustar o prato pronto”, destacou Filipe Tavares.

 

08 Março
Salvador
I Semana das Mulheres acontece em Salvador
Por Areza Barros

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) Milton Santos, da Faculdade Maurício de Nassau, unidade Pituba, realiza a I Semana das Mulheres. O evento acontecerá no auditório da faculdade, nos dias 8, 9 e 10 de março, das 18h às 22h.

Na ocasião, os participantes vão contar com uma série de debates e mesas de discussão sobre temas como: A Cultura Feminista transformando a Universidade e Sociedade; Saúde da mulher; Movimento estudantil, Violência contra a mulher; e A luta das mulheres no campo das exatas. “Nosso objetivo é debater quais os desafios e dificuldades que as mulheres ainda encontram na sociedade”, explica Matheus Anibal, vice-presidente do DCE, Milton Santos.

A diretora da unidade, Karina Benfica, enfatiza a importância de atividades como essa. "Mais uma vez a Nassau cumpre com seu papel realizando ações de responsabilidade social e, neste momento, vamos discutir o papel da mulher na sociedade para que políticas públicas sejam aplicadas com mais eficiência", explica.

O evento é gratuito e não precisa de inscrição. A Faculdade Maurício de Nassau fica localizada na Rua dos Maçons, n° 364, bairro Pituba (próximo a 16ª Delegacia de Polícia).
 

Confira a programação completa:

08/03 – 18h as 22h (Auditório)

1º - Mesa de Abertura:
A Cultura Feminista transformado a Universidade e a Sociedade.
Participantes: Diretora Karina (Nassau), Bruna Rocha (Diretora de Mulheres da UNE) e Olívia Santana (SPM).

2º - Rodas de conversa:
Saúde das mulheres: Medicalização, equipamentos e novas concepções.

Facilitadoras: Eliziane Rosa (Psicoterapeuta), Joanna Paroli (Enfermeira e Militante da Marcha Mundial das Mulheres) e Luana Silva (Estudante de Nutrição e Diretora de Mulheres DCE UNEB).

3º O Protagonismo das Mulheres no Movimento Estudantil.
Facilitadoras: Lara Amorim (UEB), Amanda Pitta (UEB) e Raíssa Calmon (DCE FTC).
 

09/03 - 18h às 22h (Auditório)
Rodas de conversa: 
1. Violências contra a mulheres: Não é o mundo que queremos!

 Facilitadoras: Tamara Terso (SEPROMI) e Mariana Jorge (UEB)

2. Resistência: A luta das mulheres no campo das exatas.

10/03 – 18h às 22h (Térreo)
Cultural Feminista
1. Feira de empreendedorismo feminista.

Fonte: http://www.uninassau.edu.br/noticias/i-semana-das-mulheres-acontece-em-salvador

08 Março
Parnamirim
A presidente do CRESS-RN participa de acolhida aos alunos do curso de Serviço Social em Parnamirim
Por Rodrigo Apolinario

 

Na semana de encantamento e acolhida aos novos alunos, o Curso de Serviço Social da Unidade Parnamirim -RN, recebeu no dia 07 de março de 2017 a atual Presidente do Conselho Regional de Serviço Social do RN - CRESS RN, a assistente social Annamaria Araújo.
A palestra "Serviço Social - Profissão de Luta!" trouxe como temática a importância da profissão na atual conjuntura em que o país está vivendo. Na ocasião a palestrante destacou as principais atribuições e competências do assistente social.