Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
07 Junho
ATIVIDADE
Cursos de Administração e Recursos Humanos realizam visita técnica
Por Onildo Ribeiro

No último dia 3 de junho, os cursos de Administração e Gestão de Recursos Humanos participaram de uma visita técnica à Gráfica JB. Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o processo produtivo da empresa, passando por todos os setores e conhecendo os principais processos.

Confira mais detalhes nas imagens abaixo:

07 Junho
ROBÓTICA
Alunos da Nassau participaram de torneio de robótica
Por Mariana Meirelles

Nos últimos dias 2 e 3 de junho, os alunos do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas participaram, como voluntários, do Torneio Internacional de Robótica, realizado na Escola Cidade Viva e contou com o apoio da Faculdade Maurício de Nassau.

Os alunos atuaram no credenciamento das equipes participantes do evento, onde tivemos quase 1 mil competidores, assim como árbitros de tempo e de medida.

Confira mais detalhes nas fotos abaixo:

06 Junho
AÇÃO SOCIAL
Doações são recebidas no Ciclo de Palestras em Fisioterapia Cardio Respiratória
Por Olavo Junior

Os alunos do curso de Fisioterapia estão organizando as doações recebidas no I Ciclo de Palestras Fisioterapia em Cardio Respiratória, realizado no dia 25 maio, no Auditório da Faculdade Maurício de Nassau. As doações serão entregues a instituições de caridade que serão selecionadas de acordo com suas necessidades.

Serão doados leites em pó a abrigos de idosos e caixas de chocolate, que farão a alegria de crianças carentes em instituições de caridade. Confira mais detalhes nas fotos abaixo:

06 Junho
Artigo
Qual a sua desculpa por não parar de fumar?
Por Larissa Kattiney

Neste dia 31 de maio celebramos uma data importantíssima para a saúde pública do Brasil e do mundo, o Dia Mundial de Combate ao Tabaco. Criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para servir de alerta sobre doenças relacionadas ao tabaco e mortes que, infelizmente, poderiam ser evitadas.

Ao todo, cerca de 6 milhões de pessoas morrem por ano em todo o mundo por doenças provocadas pelo tabaco. O triste nesta história é que, segundo a ANS, 10% destas mortes são de fumantes passíveis, ou seja: pessoas que não fumam, mas frequentam ambientes ou passam muito tempo perto de pessoas que fumam frequentemente. As doenças que são ocasionadas por esses produtos e suas substâncias são gravíssimas, como: câncer, derrame, infarto e problemas pulmonares.

Para a saúde bucal não é diferente. É comprovado cientificamente que pessoas com o hábito de fumar detém uma maior chance de adquirir câncer de boca, leucoplasia e doenças periodentais, além de interferir na eficácia de tratamentos de implantes e em diversos outros. Com o vício do fumo, a pessoa naturalmente tem as defesas do seu organismo reduzidas, o que dificulta também no processo de cicatrização e na recuperação de tratamentos odontológicos como: raspagem, cirurgias periodentais e osseointegração de implantes dentários.

Outros problemas causados pelo fumo:

Gengivas e dentes escuros

O cigarro estimula a produção de melanina na área da boca causando manchas nas gengivas dos fumantes. Nos dentes, os componentes do cigarro auxiliam na formação de placa bacteriana, que inicialmente é incolor, mas se torna amarela, escurecendo os dentes.

Para ler a matéria na íntegra clique no link

06 Junho
Dentinho Feliz
Ação Social de Odonto é destaque no Jornal Mural do curso de jornalismo
Por Larissa Kattiney

Confiram a matéria sobre a ação Turma do Dentinho Feliz.

 

 

06 Junho
2017.1
Calendário de provas
Por Regina Mendes

O curso de Pedagogia da Faculdade Maurício de Nassau de Parnaíba publica novamente o calendário de provas 2017.1.

Atenção para não perder nenhuma data. 

 

 

 

 

06 Junho
Oportunidade
Bolsas de Estudo Fórmula Santander
Por Ana Carolina

Com muita alegria que eu divulgo mais um programa do Santander Universidades de bolsas de estudos! O programa Fórmula Santander vai dar 100 bolsas de estudos para mobilidade internacional a estudantes brasileiros. Podem participar do programa estudantes de graduação e de pós-graduação de 53 universidades brasileiras conveniadas.

O Programa Fórmula Santander é iniciativa de mobilidade internacional que beneficia 300 estudantes universitários do Brasil, Espanha, México e Reino Unido, anualmente.

No Brasil serão 100 bolsas concedidas, tendo como recomendação às universidades a seleção de alunos com alto desempenho acadêmico, condições socioeconômicas desfavoráveis e bons conhecimentos em outros idiomas.

Nesta 8ª edição, estudantes de graduação e de pós-graduação de 53 universidades brasileiras, incluindo o Grupo Ser Educacional, poderão se inscrever para conquistar uma bolsa de estudo em um dos 21 países onde o Santander Universidades está presente.

  • 100 bolsas de estudo em 2017;
  • 53 universidades brasileiras participantes em 2017;
  • Bolsa de estudo equivalente a 5.000 euros;
  • Viagem a ser programada entre janeiro/2018 e agosto/2019

Segue em anexo Edital e Formulários para inscrição.

Anexo: 
06 Junho
Anarriê
Vem aí o São João Nassau!
Por Sérgio Junior

Na próxima quarta-feira (7), a Faculdade Maurício de Nassau de Petrolina realizará o São João Nassau. Alunos do Projeto Viva Nassau, sob coordenação da Professora Cândida Lima, estão à frente do evento, que contará com diversas brincadeiras, comidas típicas e apresentações musicais. Haverá também a escolha do Rei e da Rainha do Milho. O São João Nassau acontece no período da manhã e à noite, após o término das provas.

 

Vista seu traje junino e venha comemorar com a gente. Obs: não esqueça de trazer o seu pratinho de comida típica!

06 Junho
Ação
NASSAU Petrolina arrecada água para ajudar desabrigados pelas chuvas
Por Sérgio Junior

Alunos da Faculdade Maurício de Nassau, unidade Petrolina, por meio do Projeto Viva Nassau, estão arrecadando garrafas de água mineral que serão destinadas às pessoas desabrigadas em decorrência das chuvas, na Região Metropolitana do Recife e na Zona da Mata Sul. De acordo com o Governo de Pernambuco, mais de 46 mil pessoas estão fora de suas casas.

A iniciativa é da estudante Anália Vieira do curso de Administração. “Tenho acompanhado nos noticiários o drama de pessoas desabrigadas e não podemos ficar parados. Uma pequena atitude pode representar muito para alguém”, frisou. A orientadora do Projeto Viva Nassau, Cândida Lima, destacou a importância da arrecadação. “A maior parte das doações é de alimentos, mas água potável também é essencial e, por isso, decidimos unir forças para beneficiar quem mais precisa de ajuda nesse momento”, frisou. Ainda segundo a professora, a água arrecadada será encaminhada a pontos de coleta de donativos em Petrolina. 

Vamos fazer nossa parte!

As garrafas de água podem ser entregues até a próxima quinta-feira (8), na Coordenação da Unidade e no Setor de Marketing. 

06 Junho
Artigo
Prejuízo anual do tabagismo para o Brasil é de R$56,9 bilhões
Por Juliana Carreiro

Indicação de leitura.

No Dia Mundial sem Tabaco, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) e o Ministério da Saúde (MS) lançam em cerimônia na sede do INCA no Rio de Janeiro o estudo “O Tabagismo no Brasil: morte, doença e política de preços e impostos”, relativo ao ano de 2015, que apurou, pela primeira vez, o custo do tabaco para o Brasil. O consumo de cigarros e outros derivados do tabaco causou um prejuízo de R$56,9 bilhões ao país: R$39,4 bilhões em custos médicos diretos e R$17,5 bilhões em custos indiretos, decorrentes da perda de produtividade devido à morte prematura e incapacitação de trabalhadores.

O estudo apurou que a arrecadação total de impostos pela União e estados com a venda de cigarros no país em 2015 foi de R$12,9 bilhões. Ou seja, o saldo negativo do tabagismo para o país foi de R$44 bilhões.

Ainda pior que o impacto econômico é o rastro de mortes deixado pelo tabagismo. Apesar da significativa redução na prevalência de fumantes, resultado da exitosa política nacional de controle do tabaco, o estudo aponta que o tabagismo foi responsável por 156.216 mortes no Brasil em 2015, que representam 12,6% de todos os óbitos de pessoas com mais de 35 anos. As mulheres que fumam perdem em média 6,7 anos de vida e os homens, 6,1 anos. Entre os ex-fumantes, as mulheres perdem 2,4 anos de vida e os homens, 2,7 anos.

A pesquisa teve coordenação científica da Fundação Oswaldo Cruz e do Instituto de Efectividad Clínica y Sanitaria (IECS), da Universidade de Buenos Aires. O INCA financiou a pesquisa por meio de um acordo técnico com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), braço da Organização Mundial da Saúde (OMS). O financiamento também contou com subsídios de pesquisa outorgados pelo International Development Research Centre (IDRC), do Canadá.

Segundo o estudo, as doenças relacionadas ao tabaco que oneraram em 2015 os sistemas público e privado de saúde no Brasil foram: doença pulmonar obstrutiva crônica-DPOC (principalmente enfisema e asma), R$16 bilhões; doenças cardíacas, R$10,3 bilhões; tabagismo passivo e outras causas, R$4,5 bilhões; cânceres diversos (de esôfago, estômago, pâncreas, rim, bexiga, laringe, colo do útero, leucemia, etc.), R$4 bilhões; câncer de pulmão, R$2,3 bilhões; acidente vascular cerebral (AVC), R$2,2 bilhões; e pneumonia, R$146 milhões.

O estudo divide em duas categorias os prejuízos por produtividade perdida associada ao tabagismo. As mortes prematuras (de homens com menos de 60 anos e mulheres com menos de 55 anos) levaram a perdas de R$7,5 bilhões e as incapacitações de trabalhadores representaram R$10 bilhões.

Do total de 156.216 óbitos relacionados ao tabaco, 34.999 foram por doenças cardíacas, 31.120 por DPOC, 26.651 por cânceres diversos, 23.762 por câncer de pulmão, 17.972 por tabagismo passivo, 10.900 por pneumonia e 10.812 por AVC.

O trabalho também levantou o número de pessoas que adoeceram no Brasil em 2015 por causas atribuíveis ao tabaco: 477.470 adoeceram por doenças cardíacas, 378.594 por DPOC, 121.152 por pneumonia, 59.509 por AVC, 46.650 por cânceres diversos e 26.850 por câncer de pulmão.

Fonte:

http://www.cff.org.br/noticia.php?id=4478