Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
21 Outubro
João Pessoa
Psicologia UNINASSAU Convida 2021.2
Por Socrates Pereira

 
Nos dias 25 e 28 de Outubro, você tem um encontro marcado com arte (através do cinema) e a psicologia.
 
Os cursos de Psicologia da UNINASSAU João Pessoa, UNINASSAU Mercês e UNAMA Boa Vista te convidam para uma troca de conhecimento mediado pelas mídias e as produções cinamatográficas. Na ocasião estaremos discutindo os filmes: SOUL, A Menina que matou os pais e a série Round 6, além disso estaremos no dia 28 recebendo em nosso canal o Laboratório de Psicologia e Mídia da UFPB para oficina sobre Mídia e Psicologia.
*Não perca*
 
O evento é aberto a todo público que curte cinema e que deseja saber o que psicologia nos conta sobre o cinema e a mídia.
 
Inscrições gratuitas no site - https://bit.ly/convida20212
E a transmissão será no - https://bit.ly/psicologiaconvida

12 Setembro
RECIFE
Estudantes produzem exposição sobre pré-história representando a atualidade
Por Andre Felipe

Os estudantes de Jornalismo e Publicidade produziram uma exposição muito especial, a partir dos traços de artes rupestres, no bloco C da Uninassau Recife. A iniciativa, coordenada pela professora Ana Carla Pereira, teve como objetivo aliar criatividade e ludicidade ao ensino de História da Arte. A atividade teve como base a linguagem figurativa, utilizando técnicas rústicas e fazendo referências ao período pré-histórico, para assim, construir uma releitura visual de uma notícia, material publicitário, anúncio ou cartaz.
 
A docente explica que a estética rupestre foi usada por ser uma técnica simples e de fácil representação, pois há grande preocupação dos alunos com o desenho. Dessa forma, o objetivo dos alunos não é a estética, e sim, a representação de forma espontânea e natural. Ainda segundo Ana Carla, muitos materiais usados foram café, tempero e areia, na busca de tornar a textura o mais real possível.
 
A dinâmica se mostrou um sucesso. "O uso de tempo histórico como base para transportar uma notícia contemporânea e transmiti-la nos traços antigos é algo muito novo e incrível", opina Vinícius Roberto, estudante de Jornalismo.