Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
13 Março
Recife
Alunos em visitas técnicas
Por Lenira de Melo

No último sábado, 11 de março, alunos de várias turmas do curso de Arquitetura e Urbanismo da Uninassau Recife, realizaram visitas técnicas acompanhados pelos docentes das disciplinas de Projeto de Arquitetura, Paisagismo, Planejamento Urbano e Teoria e História da Arquitetura.

Foi um sábado de muito conhecimento e diversão.

Os alunos visitaram lugares como:

Antigo Aeroclube, Rua da Aurora, Pavilhão de Óbitos e Memorial de Medicina.

 

08 Março
Parnaíba
Lina Bo Bardi: A mulher que marcou a Arquitetura brasileira
Por Thyara Soares

Materia publicada no site do CAU BR sobre a trajetória de Lina Bo Bardi.

Lina, sem mais adjetivações, é um nome que representa inspiração a arquitetas e urbanistas de vários cantos do país. Nascida italiana em 1914 e naturalizada brasileira em 1951, imergiu-se na cultura nacional e, além de arquiteta e urbanista, foi uma artista multifacetada: atuou como ilustradora, cenógrafa, designer, escritora, curadora e artista visual. Pioneira em vários desses espaços, abriu fronteiras para a participação política, intelectual e de oportunidades das mulheres no Brasil em um cenário em que o exercício da Arquitetura era quase exclusividade dos homens.

 

Em 1940, depois de se formar pela Universidade de Roma e amedrontada pela ascensão fascista na cidade, mudou-se para Milão, onde abriu o estúdio “Bo e Pagani”, em parceria com o arquiteto Carlo Pagani, e colaborou para várias revistas de arquitetura e arte. A sede do negócio sofreu um bombardeio em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial. No período, inconformada com a situação política no país e no continente europeu, Lina militou contra o regime chefiado por Benito Mussolini.

 

“Aqueles que deveriam ter sido anos de sol, de azul e alegria, eu passei debaixo da terra, sob bombas e metralhadoras. Senti que o único caminho era o da objetividade e da racionalidade. Sentia que o mundo podia ser salvo, que esta era a única tarefa digna de ser vivida. Entrei na resistência, com o Partido Comunista clandestino”, afirmou a arquiteta.

 

Nessa época, Lina chefiou uma revista, mas sua atuação política custou seu emprego após o fim da guerra. Junto com seu marido, o crítico de arte Pietro Maria Bardi, ela decidiu se mudar para o Brasil em 1946 e se afastar da instabilidade da Europa.

 

No ano seguinte, Pietro foi convidado pelo jornalista, empresário e político Assis Chateaubriand para fundar e dirigir o Museu de Arte Moderna de São Paulo. Animado pela curadoria do casal na primeira exposição, Chateaubriand convidou a arquiteta para projetar a sede do MASP, que seria sua obra mais famosa. Ela própria escolheu o local, o antigo Parque Trianon, na Avenida Paulista.

A italiana não veio ao Brasil provisoriamente: tornou-se de fato brasileira e viveu aqui até sua morte, em 1992. Estudou nossa cultura popular, destacou-se personagem da vida intelectual da elite da época e participou do movimento modernista nacional.

 

Entre 1950 e 1951, teve construído seu primeiro projeto: a “Casa de Vidro”, sua residência na região do Morumbi, em São Paulo (SP). A edificação ganhou o nome pela fachada imponente de vidro, que parece flutuar sobre os pilares. Além de marco arquitetônico do modernismo brasileiro, a “Casa de Vidro” tornou-se ponto de encontro de artistas, arquitetos e intelectuais da época. Atualmente, o local serve como sede do Instituto Lina Bo e P. M. Bardi, que promove e divulga, segundo sua página oficial na internet, “arquitetura, design, urbanismo e arte popular”.

Em 1958, após uma conferência na Escola de Belas Artes da Universidade da Bahia, Lina foi convidada para dirigir o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA). Assinou o projeto de restauro, revitalização e adaptação do antigo Solar do Unhão para o novo uso – um espaço vivo, que abrigaria teatro, debates, música e artes plásticas.

 

De volta a São Paulo em 1966, concluiu o projeto do Museu de Arte de São Paulo (MASP), que após sua inauguração, em 1968, tornou-se um dos marcos mais icônicos da arquitetura Brasileira.

 

Fez ainda o SESC Pompeia, inaugurado em 1982. “Entrando pela primeira vez na então abandonada Fábrica de Tambores da Pompeia, em 1976, o que me despertou curiosidade, (…) foram os galpões distribuídos racionalmente conforme os projetos ingleses do começo da industrialização europeia (…). Na segunda vez em que lá estive, num sábado, (…) (encontrei) um público alegre de crianças, mães, pais e anciãos passava de um pavilhão a outro. (…) É essa a atmosfera que quero manter aqui”, afirmou a arquiteta.

Para Archilina Bo Bardi, a arquitetura não era somente uma utopia. “No fundo, vejo a arquitetura como serviço coletivo e como poesia. Alguma coisa que nada tem a ver com arte, uma espécie de aliança entre dever e prática científica”, afirma ela no documentário “Lina Bo Bardi”, dirigido por Aurélio Michiles e lançado em 1993, um ano após sua morte. 

 

VER MATÉRIA COMPLETA NO SITE:  http://www.caubr.gov.br/lina-bo-bardi-a-mulher-que-marcou-a-arquitetura-brasileira/

06 Março
Atividades
Recepção dos alunos novatos
Por Thyara Soares

Volta as aulas e os alunos veteranos trataram de receber calorosamente aos alunos novatos.

Houve gincana, pintura de rosto e muitas risadas! Foi um momento de muita descontração e interatividade!

06 Março
Arquitetura e Urbanismo
Palestra do CAU em Parnaíba
Por Thyara Soares

O Presidente Emanuel Rodrigues Castelo Branco e o Vice presidente Humberto Gonzaga da Silva vieram à Faculdade Maurício de Nassau para uma palestra com o tema "Os benefício do CAU para a profissão".

Os representantes do Conselho vieram à Faculdade para falar a respeito da importâcia do nosso conselho e das atribuições de um profissional de Arquitetura. Ficamos honrados com a presença dos mesmos e agradecidos pela atenção.

 

06 Março
Participação de alunos e professores
Arquitetura em Janeiro
Por Thyara Soares

A Semana Faça Você Mesmo aconteceu no Parnaiba Shopping e contou com a participação dos alunos veteranos, alunos novatos e com o público externo. Foram desenvolvidas oficinas de objetos decorativos dentre eles cabeceira de cama, quadros, porta retratos e luminárias.

 

06 Março
Evento
Arquitetura em Janeiro
Por Thyara Soares

Um dos cursos que foi sucesso nas férias na Nassau Parnaiba foi "A arte de receber", onde os alunos aprenderam a montar mesa para diferentes tipos de recepções.

Logo logo haverá a segunda edição!

03 Março
Recife
Edital de Monitoria 20171
Por Lenira de Melo

UNIDADE:

UNINASSAU, GRAÇAS

CURSO:

ARQUITETURA E URBANISMO

 

O Coordenador(a) Lenira de Melo do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Uninassau Graças, no uso de suas atribuições e de acordo com o disposto no inciso II do art. 8º do Regulamento de Monitoria desta IES, resolve:

Art. 1º. Ficam abertas as inscrições para o processo seletivo de monitoria no período de 23/02/2017 a 08/03/2017 na Coordenação do curso, Casa 40 no horário de 8h30 as 20h.

Art. 2º. O processo seletivo será realizado no dia 10/03/2017 as 12h e as 17h na Coordenação do curso, Casa 40 e constará de prova escrita e entrevista, sobre todos os assuntos do programa da disciplina à qual o (a) discente está se candidatando, além da avaliação do histórico escolar do candidato.

Art. 3º.  A banca examinadora será constituída de 03 (três) professores (as) do curso, ministrantes da disciplina afim, sendo um deles, designado pelo Coordenador do Curso para presidir os trabalhos.

Art. 4º. A nota final será a média aritmética das notas atribuídas pela banca examinadora à prova teórica e/ou prática (peso = 6) e ao histórico escolar do aluno (peso = 4).

Art. 5º. As demais regras para o concurso são aquelas constantes no Regulamento de Monitoria.

Art. 6º. A vaga será destinada à(s) disciplina(s) constante no quadro abaixo:

Monitor (s)

Professor (s)

Disciplina (s)

Curso(s)

Vagas

Cauêh Notaro

Projeto Auxiliado por Computador 2D

ARQUITETURA

2

Graça Andrade

Geometria

ARQUITETURA

2

Leandro Lima

Sistemas Estruturais I

ARQUITETURA

1

Suely Mangabeira

Projeto I

ARQUITETURA

1

Andrea Reis

Projeto I

ARQUITETURA

1

Genésio

Maquetes

ARQUITETURA

2

Ana Maria

Projeto IV

ARQUITETURA

1

Mauro Brandão

Projeto V

ARQUITETURA

1

Juliana Vilas Boas         

Arquitetura de Interiores I

ARQUITETURA

1

Juliana Vilas Boas         

Arquitetura de Interiores II

ARQUITETURA

1

Suely Mangabeira

Desenho Urbano

ARQUITETURA

1

Amanda

Projeto VI

ARQUITETURA

1

Roberto Salomão

Projeto VI

ARQUITETURA

1

Caueh / Ana Maria

Projeto VII

ARQUITETURA

1

Mauro / Rosário

Projeto VII

ARQUITETURA

1

Caueh / Danyeverson

 

Salomão

Projeto VIII

ARQUITETURA

1

 

 

 

 

Art. 7º.  Os casos omissos serão resolvidos por esta Coordenação do curso.

Art. 8º. Não haverá revisão de provas nem das notas atribuídas.

 

Recife, 23 de fevereiro de 20 _17____

16 Janeiro
Recife
Colação de Grau - Concluintes 2016.2
Por Lenira de Melo

A data da Colação de Grau será 26/01.

Horário: 14h as 17h

Local: Bloco E

Não esqueçam da cópia da documentação - RG, CPF, Comprovante de Residência, Ficha 19

 

16 Janeiro
Recife
DCEs - Arquitetura e Urbanismo
Por Lenira de Melo

Segue o link para inscrições nos DCEs - Curso de Férias!

Lembrando que para cursar o DCE, o aluno deve ter o status de matriculado em 2016.2 e já ter cursado e reprovado a disciplina.

 

Disciplinas:

Cálculo

Maquetes

Teoria da História 3

Projeto de Arquitetura 2

Projeto de Arquitetura 4

Informática Aplicada

Geometria Descritiva

16 Janeiro
Recife
Curso de Verão: Vida e Morte dos Centros Históricos.
Por Lenira de Melo

Já estão com inscrções abertas o Curso de Verão: Vida e Morte dos Centros Históricos

Realize sua inscrições aqui.

O curso irá acontecer no próximo dia 17, às 18:30H no bloco I da UNINASSAU, sala 105.

A entrada é 2kgs de alimento não perecível.

Participe!

 

Páginas