Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
14 Novembro
INDICAÇÃO DE LEITURA
Resistência bacteriana: uma visão farmacêutica
Por Juliana Carreiro

Confira o texto e boa leitura

11 Outubro
Leitura
Artigo: Perfil profissional em jogo
Por Jose Teles

Diante desse bombardeio de interpelações, fica o convite à reflexão para que tenhamos sempre em mente que tipo de profissional queremos ser

27 Outubro
LIVRO
No Dia Nacional do Livro é comemorado neste domingo (29)
Por Karoline Dias

O Dia Nacional do Livro é comemorado neste domingo (29). A data celebra uma das invenções mais enriquecedoras do ser humano: a leitura.

O livro pode ser uma fonte inesgotável de conhecimento, transportando os leitores para os lugares mais espetaculares da imaginação humana, além de informar e ajudar a diversificar o vocabulário das pessoas. A data é uma ótima oportunidade para fazer uma ótima leitura e presentear alguém como forma de incentivo. 

21 Setembro
MATÉRIA
A importância da leitura na vida do ser humano
Por Gilma Benjoino

Aborda-se neste trabalho aspectos sobre leitura como sendo fator primordial educativo. A leitura, além de apresentar relevante contribuição ao processo ensino/aprendizagem, em geral constitui-se num meio eficaz de aperfeiçoamento da competência linguística, principalmente no nível vocabular. O bom domínio da habilidade em leitura é o melhor instrumento que o indivíduo adquire para penetrar no imenso campo de possibilidades que a ciência e a cultura lhe oferecem. Reflete sobre a importância e a necessidade de partilhar experiências de leitura, de falar da relação apaixonada que às vezes acontece entre o leitor e determinados textos. Mostrar que ler não é apenas uma "atividade escolar", a mais mecânica e descontextualizada, mas desde cedo, plena de significação. Leitura por prazer, leitura que nos acompanhe pelo resto da vida, leitura como fonte inesgotável de experiências insubstituíveis. 
 
Autor: Márcia Regina Selle Oliveira
 
Perceberam como a leitura é salutar para qualquer pessoa, principalmente para o acadêmico??
 
 
Indicação do texto feita pelo Prof. Dr. ELTON SILVA SALGADO
 

05 Julho
Atividade
Dica de leitura para as férias
Por Larissa Kattiney

Queridos alunos, nesse período de férias é bem importante que vocês mantenham alguma rotina de estudos. Segue algumas sugestões de livros:

 

P1 - Anatomia do dente e da face, Antônio Carlos Madeira

P3 - Materiais Odontológicos - Phillipps

P4 - Patologia Maxilofacial - Neville

 

Bons estudos!

12 Junho
Artigo
Medicamentos em xeque
Por Juliana Carreiro

Até que um medicamento seja lançado, ele costuma passar por três fases de pesquisa. Já no mercado, ele continua a ser monitorado. O objetivo é garantir a eficácia, claro, e a segurança da droga para as pessoas. Esse processo pode levar anos, mas, segundo um movimento que cresce no mundo todo, não é o suficiente.

Cientistas, médicos e observadores da área de saúde, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, estão pressionando a indústria farmacêutica e as agências de vigilância sanitária para que elas tornem públicos os relatórios dos testes dos medicamentos. A ideia é que, de posse desses dados, pesquisadores independentes possam revisá-los para certificarem-se de que estão corretas as informações apresentadas pelas empresas às agências que aprovam os medicamentos. A preocupação tem procedência: é a indústria farmacêutica que financia e coordena os estudos clínicos, o que causa conflitos de interesse.

Link: 

http://www.cff.org.br/noticia.php?id=4496&titulo=Medicamentos+em+xeque

06 Junho
Artigo
Prejuízo anual do tabagismo para o Brasil é de R$56,9 bilhões
Por Juliana Carreiro

Indicação de leitura.

No Dia Mundial sem Tabaco, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) e o Ministério da Saúde (MS) lançam em cerimônia na sede do INCA no Rio de Janeiro o estudo “O Tabagismo no Brasil: morte, doença e política de preços e impostos”, relativo ao ano de 2015, que apurou, pela primeira vez, o custo do tabaco para o Brasil. O consumo de cigarros e outros derivados do tabaco causou um prejuízo de R$56,9 bilhões ao país: R$39,4 bilhões em custos médicos diretos e R$17,5 bilhões em custos indiretos, decorrentes da perda de produtividade devido à morte prematura e incapacitação de trabalhadores.

O estudo apurou que a arrecadação total de impostos pela União e estados com a venda de cigarros no país em 2015 foi de R$12,9 bilhões. Ou seja, o saldo negativo do tabagismo para o país foi de R$44 bilhões.

Ainda pior que o impacto econômico é o rastro de mortes deixado pelo tabagismo. Apesar da significativa redução na prevalência de fumantes, resultado da exitosa política nacional de controle do tabaco, o estudo aponta que o tabagismo foi responsável por 156.216 mortes no Brasil em 2015, que representam 12,6% de todos os óbitos de pessoas com mais de 35 anos. As mulheres que fumam perdem em média 6,7 anos de vida e os homens, 6,1 anos. Entre os ex-fumantes, as mulheres perdem 2,4 anos de vida e os homens, 2,7 anos.

A pesquisa teve coordenação científica da Fundação Oswaldo Cruz e do Instituto de Efectividad Clínica y Sanitaria (IECS), da Universidade de Buenos Aires. O INCA financiou a pesquisa por meio de um acordo técnico com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), braço da Organização Mundial da Saúde (OMS). O financiamento também contou com subsídios de pesquisa outorgados pelo International Development Research Centre (IDRC), do Canadá.

Segundo o estudo, as doenças relacionadas ao tabaco que oneraram em 2015 os sistemas público e privado de saúde no Brasil foram: doença pulmonar obstrutiva crônica-DPOC (principalmente enfisema e asma), R$16 bilhões; doenças cardíacas, R$10,3 bilhões; tabagismo passivo e outras causas, R$4,5 bilhões; cânceres diversos (de esôfago, estômago, pâncreas, rim, bexiga, laringe, colo do útero, leucemia, etc.), R$4 bilhões; câncer de pulmão, R$2,3 bilhões; acidente vascular cerebral (AVC), R$2,2 bilhões; e pneumonia, R$146 milhões.

O estudo divide em duas categorias os prejuízos por produtividade perdida associada ao tabagismo. As mortes prematuras (de homens com menos de 60 anos e mulheres com menos de 55 anos) levaram a perdas de R$7,5 bilhões e as incapacitações de trabalhadores representaram R$10 bilhões.

Do total de 156.216 óbitos relacionados ao tabaco, 34.999 foram por doenças cardíacas, 31.120 por DPOC, 26.651 por cânceres diversos, 23.762 por câncer de pulmão, 17.972 por tabagismo passivo, 10.900 por pneumonia e 10.812 por AVC.

O trabalho também levantou o número de pessoas que adoeceram no Brasil em 2015 por causas atribuíveis ao tabaco: 477.470 adoeceram por doenças cardíacas, 378.594 por DPOC, 121.152 por pneumonia, 59.509 por AVC, 46.650 por cânceres diversos e 26.850 por câncer de pulmão.

Fonte:

http://www.cff.org.br/noticia.php?id=4478

05 Junho
Publicidade
Dica de Leitura: 'Muito além do merchan'
Por Luciana Beserra

Vamos começar a semana com uma super dica de leitura?

A Viviane Santos é  Diretora de Planejamento e indicou um livro q vc tem que ler, o  'Muito além do merchan'.

Confira no link. 

09 Maio
Literatura
Dica de Leitura
Por Ana Carolina

Hoje a indicação da dica de leitura é o livro "O Fim do Silêncio na Violência Familiar - Teoria e Prática" da organização  de Dalka Ferrari e Tereza Vecina.

Uma obra sugerida no edital TJ-SP 2017.

Um livro didático de fácil leitura que traz esclarecimentos sobre a manutenção da violência dentro da família, o silêncio e as configurações que a violência assume no âmbito doméstico.

Com uma riqueza de informações tende a revelar para os profissionais, na perspectiva da prevenção, intervenções possíceis contra a violência intrafamiliar.

Acesse a leitura do livro digital, isso irá enriquecer o estudo de vocês ainda mais.

Site: http://goo.gl/PBF3MI