Faculdade Maurício de Nassau UNINASSAU | Ser Educacional
18 Março
Matéria
Fisioterapia e dor de cabeça
Autor: Rafael Reis

Grupo de pesquisa da USP testará os efeitos da fisioterapia na enxaqueca.

Inspirem-se para que possamos promover pesquisas inovadoras e de grande utilidade à população. 


Extraído do site G1: http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2017/03/usp-busca-voluntarios-para-testar-efeito-da-fisioterapia-na-dor-de-cabeca.html

16/03/2017 09h29 - Atualizado em 16/03/2017 09h29

USP busca voluntários para testar efeito da fisioterapia na dor de cabeça

A Universidade de São Paulo (USP) abriu inscrições para um tratamento gratuito para pacientes com dor de cabeça em Ribeirão Preto (SP). Os interessados devem ter entre 18 e 55 anos e sofrer de dor latejante e pulsátil de um lado da cabeça, do tipo enxaqueca. Os voluntários participarão de uma pesquisa que apura os efeitos da fisioterapia no combate à cefaleia.

As inscrições devem ser feitas pelo telefone (16) 3315-0737 ou pelo e-mail: fisio.enxaqueca@gmail.com.

"A gente já fez um ensaio clínico que avaliou o efeito da fisioterapia com outra modalidade de tratamento, que era terapia manual. O que a gente quer ver agora é o efeito também de fisioterapia, mas usando exercícios para a musculatura do pescoço", afirmou à orientadora.De acordo com a orientadora da pesquisa, Débora Bevilacua Grossi, depois de apontar a eficácia de alongamentos contra a enxaqueca, o tratamento investiga agora os efeitos do fortalecimento muscular na região cervical. Os moradores que desejam participar da pesquisa devem ter dor em um lado da cabeça, com duração de quatro a 72 horas, de intensidade moderada e forte, com agravantes durante a realização de exercícios físicos ou esforço, presença de vômitos ou náuseas e sensibilidade à luz, barulho e odores. Segundo Débora, antes do tratamento os interessados passarão por uma consulta no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) para diagnosticar a dor de cabeça e se ela se enquadra nos requisitos do estudo. "Ele [o paciente] vai passar antes por uma triagem médica que vai diagnosticar exatamente a dor de cabeça, que tem que ser a enxaqueca, e vai orientar o paciente no ponto de vista de medicamento, o que é que ele vai tomar, porque eu tenho que acompanhar essa dor dele", disse. O atendimento acontecerá das 8h às 18h no Centro de Reabilitação do Hospital das Clínicas, na Avenida Bandeirantes, 3.900, na Vila Monte Alegre, na zona oeste de Ribeirão Preto. O tratamento vai durar oito semanas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3315-0737 ou pelo e-mail: fisio.enxaqueca@gmail.com.

Comentários